Total de acessos

Teste

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Estadão: Aumentam também os descontos dos imóveis usados

Depois das construtoras praticarem descontos de 36% para imóveis novos (matéria publicada pelo blog), agora é a vez do efeito cascata atingir também os usados.

O desconto para quem negociou um imóvel usado no mês de agosto deste ano chegou a 13,61%, segundo pesquisa de venda de imóveis realizada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP).

O maior desconto, de 13,61%, foi verificado em bairros com imóveis de maior valor, como Vila Nova Conceição, Jardim Paulista, Moema e Campo Belo (Zona A). Em julho, o recuo de preço na hora do pagamento do imóvel tinha sido de 6,75%.

Para bairros como Aclimação, Chácara Flora, Pompeia e Alto de Santana (Zona B), a redução média no valor da unidade foi de 9,34% em agosto, acima dos 8,22% do mês anterior. Em outros bairros, como é o caso de Belém, Casa Verde, Penha e Rio Pequeno (Zona D), o desconto também foi maior na comparação entre os meses, passando de 4,87% para 6,06%.

Caro demais
Segundo o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, o aumento dos descontos em regiões mais valorizadas ocorre porque os preços dos imóveis chegaram a um patamar inatingível para o consumidor. “O proprietário de um usado olha os preços dos novos e acha que seu imóvel com dez, 20, 30 anos vale o mesmo do que unidades recém-lançadas. Só que não consegue vender. Ele é obrigado a dar o desconto.
“As pessoas perceberam que não podem elevar mais ainda os preços dos imóveis porque não vão conseguir vender. Não há mais espaço para os preços subirem. Acreditamos que o mercado entrou numa fase de liquidez mais lenta”, diz.

A diretora da Lello Imóveis, Roseli Hernandes, aponta que metade das unidades comercializadas pela empresa apresentam algum desconto no preço. “O porcentual vai depender de quem está vendendo e de quem está comprando. Se o dono precisa muito vender, a redução é possível”, diz.

Roseli recomenda a quem vai comprar que pechinche, principalmente para pagamento do imóvel à vista. “Com dinheiro na mão, maior é o poder de negociação do comprador”, afirma.

 
VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK
 http://www.youtube.com/results?search_query=verumspectator&aq=f
 

5 comentários:

  1. Veja o desempenho decepcionante das construtoras no pregão de hoje na bovespa:

    Gafisa ON R$5,21 -6,96%
    Rossi Resid ON R$9,56 -5,81%
    Pdg Realt ON R$6,79 -5,43%
    Cyrela Realt ON R$13,64 -5,21%

    ResponderExcluir
  2. http://economia.estadao.com.br/noticias/economa%20nternaconal,preco-do-imovel-cai-e-chineses-protestam,92682,0.htm

    ResponderExcluir
  3. Matéria interessante sobre a bolha imobiliária brasileira comparada com a bolha espanhola.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,o-brasil-e-hoje-a-versao-20-da-espanha-de-2003-diz-economista-espanhol,92827,0.htm

    ResponderExcluir
  4. Video engraçado sobre a crise imobiliária espanhola que se parece com a bolha brasileira.

    http://www.youtube.com/watch?v=qc26QDAo2kw&feature=related

    ResponderExcluir
  5. Caros Leitores:

    Agradecemos pelas contribuições.

    Em relação ao referido vídeo, o mesmo está disponível também em nosso blog, pelo link http://observadordomercado.blogspot.com/2011/05/video-bolha-imobiliaria-espanhola.html

    Continuem nos acompanhando.

    Um abraço,

    Observador

    ResponderExcluir