Total de acessos

Teste

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Folha: Construtoras oferecem descontos de 50% e até escola grátis

De olho nas vendas do semestre, as construtoras apostam em promoções e campanhas para levar o consumidor até o estande. O cenário atual é de vendas de imóveis novos em baixa. Para este ano, a expectativa do Secovi­-SP (sindicato do mercado imobiliário) é de queda de 15% a 20%. 

A Even preparou uma campanha de até 50% de desconto em imóveis comerciais e residenciais no último final de semana na sede da construtora. Além disso, a empresa concedeu 5 mil pontos do programa de milhagens Multiplus aos consumidores que compareceram ao evento. 

A Trisul oferece um ano de escola grátis para o consumidor que financiar direto com a construtora, com 30% e prazo de 180 meses. Também até o fim do mês, a YouInc dará quatro opções de prêmios – de vale-­viagem, pela CVC, a um vale-­supermercado, do Extra. 

De olho no comprador preocupado com a atual crise econômica, a Gafisa oferece até a próxima terça-­feira (30) uma campanha que dá ao consumidor uma folga de seis meses sem pagar, caso perca o emprego. 

Na Eztec, o comprador consegue financiar até 80% do imóvel direto com a incorporadora, com prazo de até 150 meses. A campanha abrange 16 empreendimentos e vai até a próxima terça. 

(Folha de São Paulo - Imóveis - 26/06/2015)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

11 comentários:

  1. Será que isso se chama desespero? Mas enquanto não houver uma queda REAL nos preços que estão desajustados e voltarem a praticar valores condizentes realidade das famílias e não especuladores/investidores. Sem contar o cenário de pessimismo econômico, juros alto, desemprego voltando a atacar...

    ResponderExcluir
  2. Eu vi essa reportagem da Even, e mostra uma kitnet a venda por R$220.000,00 pois bem, essa kitnet a venda é na rua Largo General Osório, 11 - Santa Efigênia, bem no coração da cracolândia, é um prédio de 24 andares, 10 kitnet por andar, o prédio ta caindo aos pedaços e a sindica ta roubando todo o condomínio, parece uma favelão, o anúncio dessa kitnet ja esta na imobiliária a 3 anos, no começo tava pedindo R$ 250.000,00 e agora baixou, eu tenho é do de quem comprar nesse prédio, e pior de tudo é o valor kkkkkkkkkkkk faz me rir.

    ResponderExcluir
  3. Desconto de 50%? Só se for no esquema Black Fraude, metade do dobro. Infelizmente, tem muito safado no Brasil que anuncia descontos que na verdade são pura enganação. É lógico que vivemos uma bolha imobiliária. Jogaram crédito a rodo no mercado sem nenhum critério, os preços aumentaram absurdamente devido a especulação ajudada pelo crédito fácil e alto liberado para qualquer um. A realidade agora qual é? Construtoras com estoques enormes, pessoas que compraram sem condições de "honrar" com a compra, outros que estão na fila da aprovação do crédito ficarão a ver navios, quem tem dinheiro nesse momento não compra, quem comprou quer repassar pra frente e não consegue. Agora vem essas conversinhas de que não há bolha? Daqui a pouco quem tiver 80 mil, 100 mil pagará a vista um imóvel e quem comprou por 500 mil, UM MILHÃO vai deixar de pagar. Essa nossa imprensa é corrupta e fica só negando o que esta claro para qualquer um.

    ResponderExcluir
  4. MANDA O PREÇO.....kkkkkkkkkk, Quanto? 500 mil? pago 135 mil ou pega ou larga A MANDIOCA..........

    ResponderExcluir
  5. O ranger de dentes so esta começando logo tera çanguiiiiiiiii......

    ResponderExcluir
  6. É apenas um pequeno ajuste aṕos um momento de euforia.

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente em Brasília os preços continuam nas alturas. Não estou falando do NOROESTE, e sim dos outros locais já estabelecidos como por exemplo o SUDOESTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na região de Vitória-ES tb.

      Excluir
    2. EM BRASÍLIA NÃO VALE.
      .
      É UM ANTRO DE CORRUPÇÃO.
      .

      Excluir
  8. Pega-trouxa!
    Com a grana que eles ganharão nas costas dos bobos que pagarão por imóveis supervalorizados, podem pagar a faculdade toda e ainda sobra.
    Espertos. Usam a minhoca para pescar os trouxas que acabam mortos de dívidas.

    ResponderExcluir