Total de acessos

Teste

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Portal R7: Queda dos preços, juros altos e desemprego provocam distratos

O aumento dos juros, a redução do valor dos imóveis e a preocupação com o emprego estão afetando o mercado imobiliário e fazendo subir o número de mutuários que estão pensando em devolver o imóvel na planta para as construtoras

De acordo com a ABMH (Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação), o número de atendimentos a mutuários com dúvidas sobre rescisão de contratos subiu de 237 em 2013, para 1.082 em 2014 e, neste ano, apenas no primeiro semestre, já foram 1.839.

O presidente da associação, Lúcio de Queiroz Delfino, afirma que o número de consultas ligadas à rescisão contratual (distrato) aumentou muito esse ano.

- Muitas vezes, o interessado procura a ABMH para tirar dúvidas a respeito do assunto, saber se compensa ou não optar pela rescisão, quais são as vantagens e desvantagens, e depois toma sua decisão.

O professor universitário Wilson Donizeti Fernandes, de 49 anos, é um dos mutuários que devolveram o imóvel para a construtora, porque os juros do financiamento subiram, o que deixou o valor da parcela maior do que o esperado. Ele estava comprando um imóvel para investimento, utilizaria o valor do aluguel para complementar a renda no futuro, principalmente, na aposentadoria.

- Comprei o imóvel no fim de 2012. Ele foi entregue em junho deste ano. Um pouco antes, decidi devolver, porque teria que comprometer muito da minha renda com o pagamento das prestações do financiamento.

Fernandes conta que precisou entrar com uma ação na Justiça contra a construtora, porque o valor do distrato, de acordo com o contrato assinado na compra, seria de apenas 70% do que foi pago para a empresa, e não considerava o valor pago para os corretores.

- Entrei com o processo e, já na primeira instância, a Justiça me deu ganho para que houvesse a devolução de 80% do valor pago para a construtora. Como a decisão do juiz não obrigou a devolução do valor da corretagem, eu recorri. E, segundo os advogados, a tendência é de ganhar na segunda instância também.

Aumento generalizado
O advogado especialista em direito imobiliário e presidente do Comitê de Habitação da OAB/SP, Marcelo de Andrade Tapai, também sentiu esse aumento de procura de clientes para fazer distratos.

- Em 2013, o escritório registrou 73 ações de distrato. No ano passado, já foram 269 sobre o assunto. E, neste ano (de janeiro até 20 de outubro), já fizemos 410 ações de rescisão.

Tapai afirma que “ninguém compra um imóvel pensando em ter que perdê-lo, muito menos se programa para uma eventual perda do emprego, mas são situações que acontecem”.

- Com as demissões dos últimos meses, muitos compradores que estavam pagando as parcelas das obras estão tendo dificuldades para continuar cumprindo com seus compromissos.

Cenário de crise 
Em agosto, a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) já havia notado o aumento no volume de cancelamentos de compra de imóveis. Segundo a associação, esse processo se deve, principalmente, à volatilidade macroeconômica do País e o cenário permanece estável na visão das incorporadoras.

Segundo o diretor de comunicação da Abrainc, Luiz Fernando Moura, em 2010, 2011 e 2012, quando os compradores fecharam contratos  o país estava em uma situação diferente, com juros menores e crédito mais abundante. Agora, no momento da entrega das chaves, quando o consumidor vai assumir um financiamento com os bancos, há a divisão entre os investidores de curto prazo e de longo prazo.

Especuladores no prejuízo
- Houve a chegada de muitos investidores nos últimos anos, que tinham a expectativa de revenda de imóveis a preços mais elevados e realização de um lucro no curto prazo, porém, diante da piora do cenário, eles optaram por desistir da compra. Já as famílias que compraram o imóvel para morar ou para alugar e viver da renda do aluguel no futuro, estão fazendo acordos, negociando e buscando uma solução para manter a compra.

Moura afirma que os distratos tendem a diminuir nos próximos anos, quando houver uma melhora da economia e um nível de concessões de crédito mais razoável.

- Por isso, o mercado deseja que os juros caiam o quanto antes. Porque, com juros menores, haverá maior acesso ao crédito, e o mercado vai conseguir retomar o crescimento. Outro ponto que preocupa o setor é o mercado de trabalho e, principalmente, a confiança do consumidor na economia. Já que a decisão de compra e a realização do sonho da casa própria precisam da confiança de que o comprador manterá o emprego e a capacidade de pagamento da prestação por um período longo, de 20 ou 30 anos.

(Portal R7 - Notícias - Economia - 15/11/2015)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

20 comentários:

  1. Mais do mesmo!
    Quebradeira está apenas no começo!

    ResponderExcluir
  2. Eu já disse há um bom tempo e vou falar de novo.
    O chefe da Organização Criminosa que se instalou no Brasil vai demitir o Levy e os Sindicalistas da casa da moeda, vão voltar a imprimir trilhões, o crédito farto vai fazer com que os brasileiros voltem a comprar plástico chinês e apartamentos de 40 metros por 200.000. Agora, em 40 anos, prestações de 400, 00. Vão afundar ainda mais o país para a bomba estourar no próximo governo que não será deles.
    Eu sugiro ao Levy que prepare as provas bem robustas contra a organização de Lúcifer, que certamente irá colocar a culpa em suas decisões.
    Até agora falei do mentor do mal, mas e aquela senhora? É uma coitada, testa de ferro, escolhida a dedo por ser inimputável por sua demência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que o Levy fez de bom? O Levy por acaso tentou cortar custos do governo? Não, só quer aumentar impostos!
      .
      Quem pensa que o Levy, no maior governo corrupto de todos os tempos e talvez do mundo, é grande coisa, dá pena... É o mesmo que o Marcola contratar um sujeito honesto para ser seu contador.
      .

      Excluir
  3. .
    Para a desinformada Denise Campos de Toledo, da rádio Jovem Pan, não há bolha no mercado imobiliário. Acho que ela não lê nada útil, como este blogue com ótimas informações.
    .
    Vai ver ela só repete o que mandam...
    .

    ResponderExcluir
  4. Com tudo isso os preços dos imóveis de janeiro a outubro continuam os mesmo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe porque continuam os mesmos? Porque compraram com preços altos(bolhuds) e nao querem perder....aguardar leiloes.....de 500 mil sera por 1/4 desse preço ou seja 125 mil......ou fiquem bancando despesas dos mesmos...imoveis deixou de ser investimento faz tempo.A propria inflaçao/deteorizaçao se encarrega dessa desvalorizaçao.EITA TIJOLINHO CARO HEIN.....

      Excluir
  5. KKKKKKKK,,, a melhora da economia...? Esqueçam...esse pais nunca mais sera o mesmo, brasil esta sucateado em todos os niveis imaginaveis....OU SEJA FALIDO.
    BRASIL SE TORNOU UM PAIS SEM FUTURO E VOLTANDO AOS TEMPOS DE COLONIA.O PT QUEBROU TUDO......MODELO ECONOMICO E TRABALHISTA TERAO QUE SER MUDADOS,IGUAL O PARAGUAY FEZ.. E A UNICA SAIDA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com nossa bagagem tecnológica educacional estamos se aproximando da África e se distanciando do primeiro mundo...

      Excluir
  6. Não estou defendendo o Levy, mas ele está sendo USADO pela Organização Criminosa (que conhece bem estratégias de guerrilha) a organização criminosa sabe jogar xadrez. Não podemos subestima-los.

    ResponderExcluir
  7. A mania de brasileiros em transformar tudo em coisas dicotômicas é surpreendente. Tenho percebido que muita gente que comprou imóvel caro para especular, percebendo agora que entraram numa roubada sem volta, querem e precisam arrumar culpados mais imediatos (e distantes) para sua própria burrice. Seria bom que ficasse claro de uma vez por todas que não importa quem entrará no próximo governo. Sim, não importa! Pois sua dívida com o banco continuará mesma!!!!! É duro e cruel, mas é a pura realidade. Não adianta querer buscar heróis na política, pois eles não existem!!!! A corrupção no país continuará independente dos governos/partidos no poder, pois é um fenômeno estrutural e estruturante em nossa sociedade, infelizmente. Quem comprou caro para morar (de modo impulsivo e irracional) ou para simplesmente especular e querer ganhar em cima do próximo otário, vá tirando seu cavalinho da chuva e não espere melhoras como se fosse cair do céu como num milagre divido. Sinto dizer, mas seja bem vindo a terra e, portanto, amargue suas perdas!!!! Eu poderia continuar a postagem relatando os inúmeros casos de pessoas, inclusive parentes meus, que caíram no canto da sereia. Estes saiam por aí desfilando com seus carrões (também divididos em prestações), "Apto Gourmet" de 60 m², carteira de "investimentos" diversifica e curtiam a sensação de "donos do mundo" - verdadeiros 'expertões'... Mas agora, meus caros, chegou a hora de apertar o cinto!!!! Não chorem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anderson, importa sim quem vai ser o próximo governo.
      Não sei qual a sua idade, mas nunca em Governos anteriores ao PT houve tamanha liberação de crédito (você está certo, que quem comprou foi iludido) porém, a Organização Criminosa, com a fome de se perpetuar no poder pagou propina para as Construtoras.
      A Organização Criminosa vai deixar a bomba explodir no próximo Governo, com certeza.
      Outra observação: Você fala com um tom de defesa dos PTralhas...

      Excluir
    2. Já estava até esperando por uma dessas: Ptralha e blá blá blá. Talvez, se um "PTralha", marginal de esquerda, comunista vermelho do inferno etc. tivesse a pachorra de ler minha postagem anterior eu seria, por outro lado, acusado de "sei lá o quê", "tucanalha", "entreguista" e bló bló bló.
      Meu caro anônimo aí de cima, gostaria de deixar claro que eu não participo da polaridade política (leia, histeria) que o país vive hoje. Se eu me preocupo com algo nesta vida, com certeza, não é com o PT. Eu diria que estou do lado do meu bolso e do bom senso. Conheço muito bem todas as políticas econômicas brasileiras, desde o "Brasil" colonial, Império, República Velha, Ditadura, Pós-ditadura, os planos do governo Sarney, Itamar/FHC/Luiz P. Bresser e, finalmente, Lula e Dilma. Eu estudo, entende?
      E sei também que corrupção por aqui não surgiu como um epifenômeno nos governos do PT. Desculpe se parece que defendo o PT, mas não! Pois contra fatos não existem argumentos. E nisto eu sou extremamente positivista.
      Outra coisa é que o viés de interpretação que você aponta tente a tirar a culpa de quem "foi enganado". Eu, sinceramente, não acredito em "enganados". Para mim, quem correu para as filas dos bancos para pegar empréstimo é que agora deve pagar o pato. E, por favor, não me venha com a estorinha que eles, coitadinhos, foram induzidos, pois não faltaram avisos. Não tenho nem um pingo de pena!
      E, mais uma vez, sinceramente, meu caro amigo, nunca devemos esperar que um líder político fale mal do próprio governo ou admita suas culpas. Eles nunca farão isto. O papel deles é mentir!!!! Cai no papo quem quiser!!! Acaso você não espera que Levy apareça na mídia falando mal dele mesmo, espera?! Ou que Mântega faça o mesmo?! rs... E, por fim, será mesmo que não devemos esperar que a classe política não faça o jogo de quem são os seus "patrocinadores"?
      Só pra terminar: o TSE publicou há pouco tempo um lista com os principais partidos envolvidos em corrupção. Vale a pena conferir. O PT está em 4º no ranking, se não me engano. =/

      Excluir
    3. E outra coisa, caro anônimo. Você inverteu os agentes em jogo. Quem pagou propina a "Organização Criminosa" foram as construtoras. A Org. Criminosa "retribuiu" o "favorzinho". Apenas isto.

      Excluir
    4. Tem todo o meu respeito e admiração pelo motivo de não pertencer à organização criminosa.
      Obrigado pela correção, quem pagou propina foram as construtoras.
      Eu não sou estudioso, sou um trabalhador de classe média que está cansado de trabalhar e pagar tanto imposto, não para o Brasil, mas para a organização criminosa que está no poder há 13 anos, portanto não se fala em FHC, Itamar Franco, Sarney, Militares, não absolutamente. Quem são os culpados são os PTtalhas.
      Outra coisa, eu não estudei apenas mas vivi a história e sei muito bem o que falo.

      Excluir
  8. Nāo tem que abaixar os juros não, tem abaixar o preço dos imoveis seus malditos corvos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson parabéns pelos comentário, disso tudo.

      Excluir
  9. APROVAR CPMF SERIA UMA IMBECILIDADE POIS ,SERIA COMO DAR PEROLAS AOS PORCOS CORRUPTOS,CORTAR GASTOS SIM ( PELO MENOS 15 MINISTERIOS) SERIA UMA SOLUÇAO RESPEITADA POR TODOS OS BRASILEIROS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria bom cortar também altos salários, auxílio "sei lá o quê" (aluguel, gasolina, terno, passagem aérea etc.), aposentadorias em 8 anos e outras regalias mais. Se nós trabalhares pagamos, além de impostos (sem retorno), todos os custos de nossas necessidade, por que devemos continuar pagando o caviar dos senhores "notáveis" que não fazem nada por nós? E não me refiro apenas a um partido. Falo de todos. Mas tudo isso já sabemos. Precisamos mesmo é descobrir qual o melhor caminho para fazer isto.

      Excluir
  10. Podem por quem quiser no poder até o super homem, mas se a mentalidade do mercado não mudar não restará pedra sobre pedra!

    ResponderExcluir