Total de acessos

Teste

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Portal G1: Oferta de imóveis para locação dispara e descontos viram regra

Diante do cenário, a recomendação do Secovi-PR é para que o candidato a inquilino negocie o valor do aluguel. [...] Ciente da situação, uma imobiliária de Curitiba convenceu alguns proprietários de imóveis a fazerem uma promoção – no mês de aniversário dos inquilinos, eles deixam de cobrar o aluguel

O aumento na oferta de imóveis residências e comerciais para aluguel em Curitiba tem feito com que proprietários facilitem as condições para os interessados em virar inquilinos. Segundo o Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR), são mais de 11 mil imóveis residenciais disponíveis.

O número registrado em dezembro de 2015 é maior do que no fim de 2014, quando eram 8,5 mil os imóveis vagos. Anos antes, em 2011, este número era de apenas 4,8 mil. De 2014 para 2015 também cresceu o número de imóveis comerciais – de 3.840 para 4.705.

Diante do cenário, a recomendação do Secovi-PR é para que o candidato a inquilino negocie o valor do aluguel. “O proprietário não tem interesse em manter o imóvel fechado, ele quer que o imóvel dele lhe gere renda”, diz a vice-presidente de locação e administração imobiliária do sindicato Fátima Galvão.

Ciente da situação, uma imobiliária de Curitiba convenceu alguns proprietários de imóveis a fazerem uma promoção – no mês de aniversário dos inquilinos, eles deixam de cobrar o aluguel.

“Porque ele ficar com o imóvel um mês parado, muitas vezes um desconto que ele dá de 10% no imóvel se compensa só com um mês parado. E quando isso se prolonga por dois, três, quatro meses, nossa, essa conta é muito alta” afirma o diretor comercial da imobiliária Henrique Alberto Vianna.

O técnico em telecomunicações Raphael Vaz aproveitou a promoção. Além de não pagar o aluguel no mês de abril, ele ainda negociou uma redução do preço do aluguel de um apartamento de três quartos no Cristo Rei R$ 1 mil para R$ 850 mensais. “É um dinheiro razoável que a gente vai economizar”, comemora.

(Portal G1 - Paraná - Notícia - 04/02/2016)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

11 comentários:

  1. Morei nessa cidade por mais de uma década. Graças as grandes incorporadoras de SP, o preço dos imóveis disparou, entre 2009 e 2013. Desde 2014, o mercado está em crise. Acho até que noticiam pouco. Foram muitos lançamentos, muita gente especulando (Curitiba está entre as cidades mais ricas do país; muitas pessoas trocaram as ações pelo investimento em imóveis), muita venda sem nenhum controle da capacidade financeira...

    Tendo vivenciado toda essa fase, sou da opinião de que tem de deixar o mercado se auto-ajustar. Quem investiu mal tem quer perder. Quem vendeu mal tem que perder.

    ResponderExcluir
  2. COSTARIA DE ESTAR ENGANADO:
    Brasil rumo ao passado...se pudesse começar do zero era o melhor a fazer,pois consertar na base de remendos,improvisos de acordo com o momento nao da mais....desgoverno perdeu o bonde da historia.
    Muito provavel tambem exodo urbano para locais mais baratos e com qualidade de vida melhores,pois com o desemprego em massa por vir, empresas fechando ou indo embora para outros paises inclusive,a situaçao tende a ficar insustentavel nos grandes centros.Nota -se que o dinheiro nao sobra,pois vai tudo em impostos,taxas,multas, remedios,gasolina,escola,mercado, telefone,luz inflaçao,etc,etc....Um cidadao pra falar que esta estavel tem que ganhar uns 10 mil por mes,e bem poucos ganham isso.Vi uma reportagem onde a pessoa ganha 4 mil por mes bruto,com os descontos em folha, ficam liquido 3.2 mil e se fizer uma compra do mercado de 2 mil, 1 mil reais sao impostos(50% impostos imbutidos nos produtos) e ai sobram 1200 reais para o resto das despesas ai acima.
    RESUMINDO: 78% DO SEU SALARIO E IMPOSTOS PARA O DESGOVERNO.E AGORA COM ESSE PPE DE SINDIGATOS O SALARIO REDUZ MAIS AINDA...ATE AGORA NAO SEI MAIS A MEDIA SALARIAL DO BRASILEIRO E COMO CONSEGUEM COMPRAR ALGUM IMOVEL...ALIAS COMPRAR PODE,PAGAR E OUTRA ESTORIA...O FIADO IMPERAVA,POR ESSAS E OUTRAS DEU NO QUE DEU....FALENCIA DO PAIS EM TODOS OS SETORES, FICOU SEM SAIDA...XEQUE-MATE.

    ResponderExcluir
  3. Com tudo isso o preço dos imoveis usados no Rio Estão congelados. Quem não consegue vender, aluga barato pra não baixar o preço da venda ...

    ResponderExcluir
  4. Tudo estará normalizado e ajustado no ramo imobiliário em 2030, podem ficar tranquilos.Não construir mais até 2025 seria o primeiro passo.

    ResponderExcluir
  5. A crise imobiliária vai ser um pouco menor por causa da crise financeira... Com a crise o pessoal está parando de construir... Todo o dinheiro que o brasileiro tinha estava investindo em imóvel a bolha vai estourar. Não tem como.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavel,se investiram tudo em imoveis, quer dizer que estao todos "durangosE endividados",sem liquidez, igual ao desgoverno que nao tem mais recebiveis, devido essa recessao?Se for isso estamos lascados mesmo,pois havera insolvencia do desgoverno,onde ate aposentados levarão calote.Pelo comentarios que rolam por ai, SAO 20 ESTADOS DO BRASIL JA NA PINDAÍBA .....

      Excluir
  6. Boa tarde,

    Estou entrando em contato através do blog http://observadordomercado.blogspot.com.br/ e gostaria de saber se vocês aceitam guest post, pois tenho um blog de financiamento e gostaria de divulga- lo.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Jeane, boa tarde.

      Agradecemos pelo contato e pelo interesse em nosso blog.

      Favor acessar o bloco "Faça contato. Envie sua crítica ou sugestão" (barra lateral direita) e nos envie mais informações, incluindo seu e-mail de contato.

      Um abraço,

      Observador

      Excluir
  7. Aumentaram os preços sem critério algum agora colhem oque plantaram

    ResponderExcluir
  8. Os proprietários aqui no Rio , estão alugando barato pra não baixar o preço

    ResponderExcluir
  9. Na chom, quero na chom!

    ResponderExcluir