Total de acessos

Teste

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Portal Terra: Confiança no mercado imobiliário permanece fraca

O desemprego e a incerteza de emprego e sobre o futuro inibem o endividamento de longo prazo e, consequentemente, faz com que a procura por aluguel de imóveis cresça

De acordo com pesquisa mensal sobre as condições do mercado imobiliário, é possível identificar alguns fatores que estavam tornando os aluguéis uma opção mais atrativa para muitos consumidores.

Vamos falar, a seguir, um pouco mais sobre os principais deles: a elevação da taxa de desemprego, o crédito restrito e os altos custos de empréstimos.

Mas, antes, vamos a um panorama sobre os aluguéis no Brasil.

Aluguel de imóveis no Brasil
Atualmente, nos Estados Unidos e na Europa, os aluguéis apresentam média de 7% a 8% do valor de um imóvel em um ano. Já no Brasil, a média é de 6%.

No terceiro trimestre de 2016, os valores de aluguéis atingiram o menor nível dos últimos três anos (desde Junho 2013). Entre os meses de Julho a Setembro, eles caíram 5,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O crescimento da busca por imóveis residenciais alugados
Segundo dados do Secovi-SP, sindicato do mercado imobiliário, os preços de novos contratos de aluguel residencial tiveram retração de 2,2% nos 12 meses que encerraram no mês de Julho.

Nesse mesmo período, de acordo com a FGV (Fundação Getulio Vargas), o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado, também chamado de "inflação do aluguel") acumulou alta de 11,63%. No ano até julho, a queda do valor de contratos novos foi de 1%, ante alta de 6,09% do IGP-M no período.

É importante ressaltar que, quando há queda do valor de contratos e alta do IGP-M, vale mais a pena para o locatário alugar um apartamento novo em determinadas regiões do que renovar o contrato antigo, se reajustado pelo IGP-M.

Assim, os locatários que estão com o contrato perto de vencer aproveitam a queda do valor médio de locação para negociar com o locador.

Agora, vamos falar sobre os fatores que estão tornando os aluguéis uma opção mais atrativa para muitos consumidores no mercado imobiliário.

A elevação da taxa de desemprego e a queda na renda
O desemprego e a incerteza de emprego e sobre o futuro inibem o endividamento de longo prazo e, consequentemente, faz com que a procura por aluguel de imóveis cresça.

Isso porque todos esses fatores geram insegurança e impactam na renda dos brasileiros, que, sem certeza de trabalho nos próximos meses, adiam investimentos, como a compra de um imóvel.

Com o objetivo de reverter esse quadro e reaquecer o mercado, a Caixa Econômica Federal, que é responsável por dois de cada três financiamentos de imóveis no Brasil, mudou algumas regras de financiamento.

As novas regras anunciadas em Julho buscam incentivar a compra de imóveis para famílias de classe média-alta.

Porém, os altos custos de empréstimos têm feito com que menos consumidores procurem por crédito. Segundo indicador da Serasa Experian, o número de pessoas que buscou crédito em Setembro de 2016 caiu 3,6% ante o mês anterior.

A procura menor por crédito foi observada em todas as faixas de renda e regiões do País. No Norte, a baixa foi de -6,2%, seguida por Nordeste (-4,8%), Centro-Oeste (-6,1%), Sul (-6,3%) e Sudeste (-1,5%).

A dificuldade de conseguir financiamento faz com que a locação ganhe mais adeptos.

(Portal Terra - Notícias - Dino - 25/11/2016)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

14 comentários:

  1. Moro em um imóvel alugado há 12 anos, o propriotário não negocia o valor do aluguel, estou saindo para um imóvel melhor, melhor localizado e mais barato. Próximo à minha residência atual, uma conhecida estava pagando R$ 1.200,00/mês, tentou negociar paras R$ 1.000,00 , o propriotário não aceitou. O imóvel está desocupado Há mais de uma ano. O que será que pensa esse propriotáro?
    r

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mesmo que grande parte do povo brasileiro que não tem educação financeira.

      Excluir
    2. Como o colega anonimo disso, o cara vai sentir o peso disso quando vc sair e ele nao conseguir mais alugar o imóvel dele, acredite, a ignorância e a burrice cobra seu preço.

      Excluir
    3. Não se engane, o dono vai sentir o peso quando vc sair do imóvel e ele não conseguir alugar mais.
      A ignorância e a burrice cobra seu preço

      Excluir
    4. MST DETECTED!!!

      Excluir
    5. Não meu amigo, MST não produz, são inimigos do Estado, são parasitas, passa fome iguais a vcs CORVO DETECTADO!
      CORVO DETECTADO TENTANDO ENGANAR MATAR E DESTRUÍR, ESTAMOS VACINADOS COM A VACINA CORVODETECT

      Excluir
  2. Vendi meu bolhudo de 50 metros quadrados, apliquei o din din...
    Aluguei uma cobertura.... por 1.000,00 de 120 metros com 03 vagas, bem localizada, perto de tudo, etc, etc.........
    Com a venda que eu fiz e os juros compostos que não param de multiplicar mais a qualidade de vida e o custo benefício................ eternamente melhor.......
    Há 03 anos atrás eu vi que esse mercado ia dar merda..... fiquei doido para vender o bolhudo e ir para o aluguel, a mulher ficou louca eu ainda tentei alertar alguns familiares, amigos....... mas estavam hipnotizados..........
    Hoje estou feliz com meu dinheiro que dá para comprar uma casa, mas detalhe, não é a hora ainda para comprar nada......... só vou começar a olhar lá pelos meados de 2019 quando a bolha vai explodir.......... porque 2019, porque não vão conseguir segurar...... vai chegar uma hora que o Governo vai intervir para baixar os valores dos imóveis para fazer a máquina produtiva andar.......
    Mesmo assim vai demorar um pouco pois os estoques atuais de imóveis, dão para suprir o mercado por 02 anos se para todas as construções.........
    Portanto meus amigos, estou eu cá, assistindo de cobertura o fim de uma era..........
    Bem feito para os Corvos que foram os responsáveis por tamanha desgraça.

    ResponderExcluir
  3. Cara, morar em uma cobertura de 120m3 com 3 vagas na garagem não existe. Minha irmã mora em um bairro de classe média, num AP de 60m2 e paga R$ 1500,00 de aluguel. Inclusive esse é o preço da região. Já pesquisamos muito e não encontramos mais barato. Só se for do lado de favela. Então concluo que o comentarista acima mora em favela. Obs: não sou corretor. Sou um trabalhar assalariado e moro com meus pais. Favor passarem informações corretas e não ficarem chutando o balde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses preços variam de região para região, brasil possui 27 estados e minhares de municípios.
      Os preços de aluguel seguem em queda livre.

      Excluir
    2. R$ 1.500 em apertamento de 60 m2? Isso fora o condomínio? Um valor desses só se for no hel de janeiro. Péssimo negócio o dela.
      Em BH, moro de aluguel na zona sul e pago R$ 1.800 em um apartamento de 116 m2 com duas vagas de garagem.
      Dependendo da cidade e da localização, esse valor de aluguel informado pelo colega é plausível sim.
      Aqui em BH, o que tem de placas de aluga-se é impressionante. Tem proprietário desesperado pq tá pagando condomínio caro.

      Excluir
    3. De $1000 para $1800 é muita diferença... kkkkk

      Excluir
    4. CORVO DETECTADO! CORVO DETECTADO!
      Vá voar em outro milharal xoooooooooooooo vá confundir outro segmento pois estamos vacinados com a vacina corvodetect.

      Excluir
    5. Sim anônimo 20:52, é muita diferença, mas se levando em conta localização e cidade não é.
      R$ 1.800 na zona sul!!

      Excluir
  4. Moro atualmente em uma casa velha (imóvel com mais de 50 anos), com 3 quartos, 2 banheiros, (Sendo uma suite) que me resulta em gastos adicionais, não tem área de laser, não tem piscina e o mesmo situa-se em uma rua movimentada (Rua Tenente Catão Roxo) em Ribeirão Preto, pago R$ 2.000,00 + seguro aluguel que corresponde a mais de 10% do valo do aluguel e o contrato vence em janeiro/17. O maior agravante do imóvel é que quando ocorre uma chuva mais intensa a calha não suporta e acaba vazando pela lage, segundo o pedreiro o madeiramento do telhado está envergando e isso contribui para o vazamento, resido há 12 anos e nunca atrasei um mês, tentei negociar com o propriotário uma redução e não consegui. Já fechei contrato com o proprietário de um apartamento (Clube), situado na Av. Caramuru, por R$ 1.300,00 + R$ 600,00 de condomínio = R$ 1.900,00 direto com o proprietário. O Condomínio oferece: portaria 24 H, Piscina para adulto, Churrasqueira separada do salão de festas, Salão de festas, estacionamento coberto para 02 carros, quadra esportiva, Campo gramado, salão de jogos, brinquedoteca, salão de ginástica, elevadores (2), câmeras em todos os locais citados, O apartamento possui: 03 quartos sendo uma suite, 03 banheiros, sacada, sala ampla, área de trabalho, cozinha ampla, riquíssimo em armários, recém reformado, pois o prédio tem 17 anos, Piso em porcelanato, etc

    ResponderExcluir