Total de acessos

Teste

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Exame: Como o mercado imobiliário vai reagir nos próximos meses

Essas ações denotam uma preocupação com a estagnação da construção civil. Com a crise econômica no país, vem ocorrendo uma desaceleração nas vendas, tornando a oferta maior do que a procura em determinadas áreas

Após anos de boas vendas e previsões de crescimento, o mercado imobiliário passa por um momento de "calmaria" para quem olha de fora, apesar de já ter beirado o desespero para quem depende dele. [...] O setor dá sinais de que já não está mais tão fácil encontrar compradores para casas e apartamentos lançados no mercado. O aumento do endividamento da classe C, as taxas de juros mais altas e a baixa oferta de crédito já freiam a antes aquecida demanda. A mudança de cenário tem desafiado as áreas de Marketing das incorporadoras, que apostam em bonificações, brindes e descontos para atrair o comprador e fechar negócios. A estratégia visa facilitar a escolha por um determinado imóvel, dando ao cliente algo de que ele usufrua ao receber as chaves da nova casa.

Essas ações denotam uma preocupação com a estagnação da construção civil. Com a crise econômica no país, vem ocorrendo uma desaceleração nas vendas, tornando a oferta maior do que a procura em determinadas áreas. No período de janeiro de 2016 a janeiro de 2017, inclusive, foram lançados 22.431 apartamentos na capital paulista, em 494 novos empreendimentos. Deste total, 11.602 unidades foram vendidas, ou 52% do total. Assim, o estoque corresponde a 48% de tudo que foi lançado no período, segundo pesquisa feita pela Geoimovel – VivaReal.

Vale dar descontos, impostos pagos...
Para dar conta de repassar todas as unidades dos empreendimentos, as incorporadoras presenteiam compradores com descontos, abono de impostos e eletrodomésticos, além de realizarem ações para serem lembrados por quem decide comprar um apartamento. A criatividade para atrair interessados já é pensada muito antes de um empreendimento ser lançado.

Mesmo assim, regiões como o Rio de Janeiro sofrem com a taxa de vacância – impulsionada pelo fim dos grandes eventos, crise financeira do estado e aumento na taxa de violência. Por outro lado, outras regiões do Brasil passaram a ganhar investimentos no setor, como Nordeste e Sul do Brasil.

Sera?
Mesmo em um período marcado pela crise econômica e política, as previsões para o ano de 2017 são mais positivas. A estimativa é de que o índice da inflação diminua para 5,07%, as taxas de juros sejam reduzidas e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) fique em 1,3%, de acordo o Banco Central. A inflação, que voltou com força nos últimos anos, foi uma das principais razões para que o mercado imobiliário ficasse retraído. Entretanto, de acordo com as previsões de especialistas em economia, a inflação está em fase de desaceleração, o que permitirá que os negócios voltem a ficar aquecidos. Ela saiu de 10,7% em 2015 para, aproximadamente, 7,2% em 2016, o que mostra que ela vem caindo aos poucos.

Curta e compartilhe nossa nova página no Facebook! Basta acessar o gadget "Siga no Facebook", na barra lateral direita

(Exame.com - Negócios - Dino - 29/06/2017)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

19 comentários:

  1. Fiz uma simulação de financiamento na CAIXA e chega a ser hilário, simulando a compra de um imóvel de 500 mil usado, com renda familiar de 15 mil ( para poucos brasileiros) obtive a projeção de um credito de apenas 350 mil em 420 meses ( isto mesmo = 35 anos ) com prestação inicial de 4 mil reais ( interessante que a caixa não aplica a TR que reajusta a prestação, iludindo o mutuário que a prestação sempre ira cair).
    Resumindo tenho que dar 150 mil entrada e pagar ate os 70 anos de idade ( isto se eu tiver 35 anos) 4 mil por mês, por um imóvel que ALUGO por no máximo 2 mil reais.

    SÓ DOIDO COMPRA IMÓVEL AMIGOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprei, tó feliz esse momento é transitório logo volta a valorização, existem ciclos de baixa e de alta, estou comprando na baixa.

      Excluir
    2. Se era seu $onho comprar, parabéns, $onho não tem preço, para todas as outras coisa$, existe aquele cartão :-)

      Excluir
    3. Que baixa? Me fala onde? Aqui no interior de Minas, apartamento de 40 metros quadrados a 160.000? Esse mesmo imóvel em 2007 era 20.000.
      Kkkkkk compra a 160.000 e quando os preços desinflarem, vai custar 25.000.
      Cuidado com a POlicia federal viu! Isso me cheira a LAVAGEM DE DINHEIRO.
      Laranjada azedou Kkkkkk Kkkkkk cuidado com os homi o cerco está fechando contra o Cunha e os ex presidentes da CEF que jorravam dinheiro nas construtoras.
      Aguardemos, quem viver verá.

      Excluir
    4. Corvo detectado

      Excluir
    5. Se compra no início da alta, pq isso indica q já passou o vale. Seu comentário mostra exatamente seu nível de conhecimento em negócios e economia básica: zero!

      Excluir
    6. Os roceiros piram. Também comprei e estou feliz. Comprei uma casa no bairro do limão por 25.000,00 em uma época que diziam que era loucura. Agora vale uns 700.000,00. Então eu vou vender barato só porque os duros não concordam com o preço? Não. Vou esperar e vender para alguém disposto a pagar, não tenho pressa nenhuma.

      Excluir
    7. Amigo limonada, comprou por 25 k e quer 700k pode pedir ate 1 milhão, pedir é uma coisa vender é outra . Quer ficar milionario sem trabalhar seu DURO. Acha mesmo que quem juntou com trabalho 700k vai comprar esta bosta que voce mora KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    8. Limonada, profetizo que você não tem e nunca terá 700k , sonha acordado mané, voce não tem bost no ku pa kh , subemprego e acha que tem trouxa para comprar seu barraco com bide rosa, piso porcelanato segunda, armarios ricardo eletro, e outros merdas. Acha mesmo que um cara com renda de 30 mil reais mensais vai entrar em um financiamento para comprar seu barraco.
      Ou ele vai preferir alugar uma casa no jardins

      Excluir
    9. Ótimo comentário do anônimo 21:14 resumiu facilmente a falta de mentalidade financeira do brasileiro. Comprou por um bom preço e foi com intenção de moradia, parabéns!
      Ai vem um corvo e fala que vale 700.000. O pior é que ainda acreditam. Uma coisa é falar que vale algo, outra coisa e alguem comprar.
      Ai o segundo erro, vou esperar alguem pagar o que quero. Supondo.... vem alguem e oferece 500.000 (acho alto considerando o quanto valia o imóvel antes, pra falar a verdade acho que a estória do anônimo é lorota, mas vamos manter o raciocínio) e o proprietário não aceita. O imóvel fica lá a venda por três anos e nada. Pra mim, deixar de ganhar dinheiro é o mesmo que perder. R$ 500.000 nesses três anos renderia aproximadamente uns R$ 170.000 (conservador). O indivíduo não percebe que o imóvel deixa o dinheiro "imobilizado", parado, sem rendimento e na esperança de que alguem um dia vai comprar.
      Percebem como isso é amador, pra não falar irracional. Bom, esse é o brasileiro na terra da banânia.

      Excluir
  2. Do que adianta a inflação cair e o povo desemprego??
    Quem vai comprar o que, se além do desemprego o povo ta endividado e com nome restrito ??
    Como entrar num financiamento de anos se com a atual situação do Brasil vc nem sabe se estará empregado amanha??
    Os q precisam comprar pra moradia estão sem um tostão no bolso e quem compraria para investimento sabe que imóvel hj é o pior negócio!!!
    Sentem e assistem ..a bolha ainda está pra começar!!

    ResponderExcluir
  3. Pois brasileiro meus amigos é um ser à parte... os caras compram, compram, compram... não param nunca de comprar, compram avião caindo e revende mais à frente, brasileiro compra a lua, brasileiro acredita em saci pererê, Yara mãe dágua, lameshomi, papai noel...
    Brasileiro compra apartamento de 40 metros quadrados por R$320.000,00 em conjuntão de 1600 moradores...
    Brasileiro tem que ser estudado...
    Brasileiro fica endividado e faz churrasco na laje...
    Brasileiro compra Pálio 1.0 por R$44.000,00...

    Enfim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo e mais um pouco. Os preços não vão cair, os brasileiros não vão baixar o valor do imóvel para patamares mais justos.
      E assim vamos continuar caminhando: carro caro, casa cara, viagens caras, produtos caros.

      Excluir
    2. Amigo é so alugar....
      ALUGAR TA DE GRAÇA ....
      USE O QUE DO OUTRO ATE O BAGAÇO E DEVOLVE KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  4. Eu ri da reportagem. Então a culpa da estagnação imobiliária foi a inflação? kkkkkk. Seria hilário se não fosse triste.
    Quer dizer então dos 10 anos atrás para os 05 anos a inflação era de 30% igual aconteceu com os imóveis. Ridículo.

    ResponderExcluir
  5. Resposta: Não vai reagir, pois temos bolha imobiliaria....e um monte de desempregados sem rumo,sem dinheiro e sem esperança alguma nesses politicos corruptos....empresariado idem,investimentos estrangeiros nem pensar...ou seja : FIM DO BANANISTAÃO.

    ResponderExcluir
  6. Gente a hora é agora o momento é esse!!! Compre seu imóvel dos sonhos, não tema o desemprego!!!

    35 ANOS passam num piscar de olhos. Tudo vai dar CERTO.

    ResponderExcluir
  7. Quem realmente quer um imóvel para moradia (imóvel, em regra, é um investimento ruim) tem de pesquisar muito, meditar muito (ter certeza da decisão de compra) e negociar muito (com a crise, os vendedores estão desesperados à busca de compradores).
    Sempre é bom lembrar: não compre imóvel antes do registro individualizado da unidade (e, jamais, na planta). Quem compra na planta, não compra imóvel, compra expectativa é não tem qualquer garantia (assume todo o risco do empreendimento - inclusive o de calote).

    ResponderExcluir
  8. O difícil é ler de uns ignorantes que compraram e estão felizes, que é hora de comprar, e aquela ladainha que todos conhecemos. Na verdade a maioria dos brasileiros é corrupta na essência, querem levar sempre vantagem, então compram sempre achando que vão lucrar, sem trabalhar, somos tomos milionários agora, qualquer casebre que você consegue construir por 100 mil o cara acha que vale 700k, parece que todo brasileiro é vendedor de imóvel, vide a quantidade de anúncios em sites imovelweb, netimoveis, vivareal. A ideia é a seguinte: vai que aparece um trouxa.

    ResponderExcluir