Total de acessos

Teste

sexta-feira, 2 de março de 2018

Valor: Para Sinduscon-SP, setor manterá resultado negativo em 2018


"Não temos novas obras iniciando e, no ramo imobiliário, ainda há estoque disponível", diz o presidente da entidade

O Sindicato da Indústria de Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) não se surpreendeu com a retração de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do setor no ano passado.

Em nota, o presidente do Sinduscon-SP, José Romeu Ferraz Neto, afirmou que a desaceleração dos últimos dois anos continuará a ter impacto negativo das obras. No entendimento do Sinduscon-SP, 2018 será também um ano de queda do PIB setorial.

Ferraz Neto cita que pouco mais da metade do que o setor movimenta está relacionada a pequenas reformas. "Não temos novas obras iniciando e, no ramo imobiliário, ainda há estoque disponível", diz o presidente da entidade.

O Sinduscon-SP defende que o modelo de financiamento de obras públicas e habitacionais precisa ser revisto para que a dependência em relação ao estado diminua.

(Valor Online - Empresas - 01/03/208)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

28 comentários:

  1. É... os corvos estão raros por aqui...
    Foda-se essas aves de rapina.
    Estão passando fome e sem um real para tomar um cafezinho.

    Quem diria que um dia os corvos arrogantes, prepotentes, destemidos, sem misericórdia iriam passar fome kkkkk kkkkk kkkkk.

    Sem falar que geração nova é só uber e pagar aluguel pq aos 30 já estão morrendo...

    Corvos , o melhor a fazer é ir virar concreto para ganhar 100 conto por dia.

    ResponderExcluir
  2. 2018 a retração vai ser pior ainda.

    Amarguem.

    ResponderExcluir
  3. O setor de construção só não congelou porque os investidores otários ao receber o imovel pelado da construtora eles precisam terminar o acabamento (pisos, louças, portas, armarios, pintura, elétrica/hidraulica, etc) e consertar defeitos para só aí poder sonhar em conseguir um aluguelzinho mixuruca e diminuir o prejuízo.

    ResponderExcluir
  4. Comprei uma casa no interior de São Paulo em 2008 por 125.000, pois antes eu pagava aluguel(era escravo). Em 2013, chegou a valer 600.000, hoje por conta da crise ¨só¨ vale 450.000. Agora eu pergunto para os caros comentaristas: Qual investimento que teve esta valorização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale R$ 450 mil?? Então tente vendê-la por esse preço! Garanto que a "melhor" proposta que vai receber será na casa dos R$ 250 mil, em parcelas a perder de vista, incluindo carro e lote... Quer apostar?

      Excluir
    2. Tenta vender meu caro 'ex escravo'.

      Eu tenho 450.000 e pago aluguel, me sinto livre pois moro onde eu quero.

      Excluir
    3. Anônimo ex escravo, aprenda uma coisa: esse papo de “ o meu imóvel vale 450” é só vc que acredita. O imóvel vale o que o mercado está disposto a pagar. E outra, não tenha tanta certeza que uma pessoa que investiu 125 em 2008 não teria 450 nos dias atuais. Só em 2016 foram 14% de juros em investimentos conservadores. De 2008 pra cá, juros sobre juros, provavelmente passou o valor da sua casa. Fora que vc acha que vale isso. Já pensou que se vender vai perder 6% pro corretor? E mais 15% de ganho de capital, pra receita? Ou nem sabia disso? E vc acha que alguém pagará o que vc anunciar, sem chorar nem um real? E vc acha que será à vista, em dinheiro? Ou entrará cachorro, papagaio, carro, lote nos quintos dos infernos?
      Se vc for transferido no trabalho fará o quê? Vai levar a casa nas costas? De ex escravo para senhor caramujo!
      E se perder o emprego e precisar fazer dinheiro? Acha que vende do dia pra noite? E se construírem um viaduto perto da sua casa? Vai ficar no barulho? E se for um barzinho de pagode ou funk? E se mudar pro seu lado um traficante? Vai arder e ter que ficar! Reveja seus conceitos de “ escravo”.

      Excluir
    4. Um bom investimento depende de comprar E VENDER na hora certa. Até 2013 você ganhou dinheiro. De 2013 até hoje perdeu 200 000.
      A questão é se você vai vender agora e ganhar algum, ou se vai segurar e talvez voltar ao 0 a 0?
      Importante lembrar que a inflação IPCA de 2008 para cá foi de 80%. Ou seja, se depois da venda e pagamento de impostos e taxas você ficar com 225 estará no 0 a 0.

      E agora? Vender ou segurar?!

      Excluir
  5. Quem fala que aluguel é melhor que comprar uma casa própria é porque não tem grana pra comprar.

    Estão achando que o m quadrado vai despencar e chegar há níveis irrisórios. Isso não vai ocorrer. Já houve uma estabilização nos preços. Tendência é manter e aumentar nossa próximos anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é todo mundo que aluga que não tem dinheiro. É uma questão de escolha. O aluguel é financeiramente uma opção infinitamente melhor do que a compra. Falo em termos racionais. Um ap de 1 milhão vc paga nele no máximo 3 mil reais de aluguel. Esse mesmo 1 milhão investido, hj, num péssimo momento para os juros, vc tira no mínimo de 4 a 5 mil por mês. E o imóvel não valorizará absolutamente nada nos próximos anos. O que as pessoas têm que entender é que o tal de “ o meu imóvel vale x” é papo furado. Ele vale o que o mercado está disposto a pagar. E, atualmente, 12,2% de desempregados, uma quantidade imensa de subempregados, vcs acham que alguém está disposto a pagar alguma coisa em imóvel? Não mesmo! Portanto, escravo é aquele que tem dinheiro imobilizado em imóvel, se mudar de cidade não tem como levar o ap, se abrir uma casa de show ao lado do seu ap não terá pra onde fugir, etc.

      Excluir
    2. Concordo que o m2 não vai despencar. Mas, só de não subir, a inflação já trabalhara contra. E em relação à tendência de subir nos próximos anos vc tirou de onde? Se o próprio SindusCon-SP anda desanimado, será vc a mãe Diná da economia?

      Excluir
    3. Os preços podem até estabilizar, porém ninguém vai vender nada, do mesmo jeito que já não vem vendendo. Com o salário médio do brasileiro em 2,2 mil/mês, vc acha que alguém terá coragem de se endividar para 30 anos? Foi-se o tempo! Já era. As pessoas estão caindo na real. Principalmente os jovens que estão entrando, agora, no mercado de trabalho. Já ouviu falar na era do “ viver experiências “? Os jovens estão gastando cada vez menos com moradia e carro e cada vez mais com as tais “experiências”. (Conhecer outros países, outras culturas, sem vínculo de emprego, sem se prender a esposa, esposo, filhos, etc). A galera quer literalmente viver a vida, sem nenhum tipo de compromisso. Porque o uber deu tão certo? Justamente, por isso. Conscientização de que carro é perda de dinheiro e que não é tão necessário para nada. Na minha época de jovem, carro era status. Sem carro vc não namorava. Hj, a maioria prefere sair sem carro (por causa da bebida) e já não é obstáculo para nenhum jovem arrumar parceiros.
      As coisas mudam, o mundo gira! Os conceitos dos desavisados e atrasados continuam os mesmos!

      Excluir
    4. Seu corvo retardado e passa fome.
      Energumeno.
      Ninguém tem dinheiro... poucos tem casa própria.
      Dinheiro que você está falando é o financiamento??????
      Casa própria que vc se refere é o apartamento de 40 M2 financiado por 300.000 por 35 anos?????????
      Oras bolas!
      VTF!

      Excluir
    5. Entao vou correndo comprar 2 imoveis antes q aumente.
      1 pra morar e outro pra investir
      Hahahaha

      Excluir
  6. Vcs lembram de uma coisa chamada orelhão? E o tanto que valia uma linha de telefone? Do dia pra noite o que ocorreu? E pessoas que compravam placas de táxi (valia uma fortuna) para investir? Pois é, o mundo moderniza a cada instante. Imóvel já foi sim um excelente investimento! Como tudo que citei! E agora? Será que continua sendo ótimo investimento? Não mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Acho o seguinte: todos aqueles que acham imóvel excelente investimento, comprem imóveis! Não fale da boca pra fora! Façam! Aqueles que falam do aluguel costumam morar de aluguel, ou seja, falam e fazem aquilo que acreditam.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho uma mansão de 3 andares. Posso dizer que financeiramente aluguel é muito melhor e os preços estão COMPLETAMENTE fora da realidade. Quem comprou pra investir tá ferrado kkkkkkkkk corvos então ....

    ResponderExcluir
  9. O cenário atual está nebuloso, Selic despencou mas o spreed dos bancos continuam nas nuvens, não há crédito barato para estimular o setor imobiliário, muito pelo contrário, os bancos estão cada dia mais seletivos.
    Por outro lado a renda fixa pagando miséria e governo com ajuda da mídia maquiando a inflação, a perda do poder de compra é evidente, renda do bananense na casa de 2k não consegue bancar as despesas do mês.
    Assim pergunto, sem renda e sem crédito como o bananense vai conseguir comprar seus tijolos ?
    Soma-se a euforia da bolsa, uma coisa se louco, tá tudo absurdamente caro, fiis nem cogito nesse momento, nao tem como o Bananistão segurar esse cenário por muito tempo, mesmo pedalando a realidade vai bater na porta ainda esse ano de 2018.
    Eu esperava o crash nos imóveis, mas não veio e não virá, a correção vira em modo soft, a inflação vai corroer os preços dos imóveis por anos, brotando oportunidades de compra cada vez mais nesse ínterim, pois o bananense tá sem dinheiro, sem liquidez.
    Pelo menos eu, não começo o mês tendo que correr para sair do negativo que nem a maioria, estou liquido e tranquilo, dívidas nem em sonhos, estou só aguardando o crash no mercado financeiro para pegar boas janelas em fiis para longo prazo e especular em ações boas.
    E segue o jogo, nós contra todos.
    Que andam !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei dos seus comentários, Gravata torta, pois eu também acredito que haverá um crash no mercado financeiro, só não sei quando, já que está todo mundo maquiando os resultados das empresas e o próprio cenário econômico, especialmente a mídia. O país está derretendo, aí quando acontece mais uma operação da PF operação ou então o MPF apresenta denúncia contra esses figurões corruptos, o que acontece? a bolsa sobe...só rindo.

      Excluir
  10. Excelentes comentários... os corvos tentaram mentir, enganar e destruir, mas os colegas os enxovalharam para bem longe...

    Vão pedir cesta básica bem longe seus corvos fraudulentos de 666.

    ResponderExcluir
  11. Eu estava quase fechando a compra de um apartamento em fevereiro, o dono na última hora desistiu , em um primeiro momento fiquei meio chateado, pois gostei do imóvel e a compra seria para alugar, mas no decorrer dos dias achei foi bom não ter comprado mesmo sabendo que seria pelo um preço abaixo do que ele havia anunciado, pois estou com um outro apartamento bem localizado para alugar, e nunca na minha vista tinha visto isso, o imóvel esta para alugar a um mês e só recebi uma ligação, coisa que a alguns anos atrás quando eu colocava uma placa para alugar chovia de gente ligando e logo alugava, a questão é que nem ligando estão. Resumindo , o Brasil está nnuma situação muito delicada e não vou me arriscar mais no momento em fazer um grande investimento, como a compra de imóvel.

    ResponderExcluir
  12. ...imóvel pode ser um bom negócio pra quem constrói e utiliza com o fim de produzir....agora quem entra nessa pra ganhar muito pode perder muito...

    ResponderExcluir
  13. Na chon. Tudo na chon

    ResponderExcluir
  14. Tá Sumido Na Chom kkkkkkkkkkkkkkkkkkk por onde andas kkkkkkkkkk foi para os EUA ou virou ermitão? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Aqui na Banana está tudo na Chom........

    ResponderExcluir
  15. Na minha opinião eu acho que imovel compensa comprar pra investimento apenas em bairros ou regiões de bom poder aquisitivo. E mesmo assim se você tem pelo menos 70% do valor real do imóvel para poder barganhar um pouco. O brasileiro ainda tem essa cultura que imóvel é investimento. Eu acho que imóvel é uma consolidação do patrimônio de uma pessoa que trabalhou muito na vida e precisa realmente consolidar seu patrimônio. O que quebrou esse mercado foi essa política populista do PT que jogou crédito para o assalariado de 1 ou 2 salários mínimos. Esse público fez financiamentos na base do "cabe no meu bolso". Essa pirâmide se sustentou até o momento que a roda estava girando. Isso puxou pra cima os imóveis bons e ruins. Agora tem muita gente que não baixa os preços e deixa o mercado parado, pois não aceita "perder dinheiro". Vamos aguardar o próximo ciclo da economia com o próximo presidente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com seu comentário. Só acrescento que tem um outro vilão na história que foram os pseudo-investidores que compravam na planta por um valor e do dia pra noite subiam uns 40% do valor. Imóveis na planta, mal eram lançados e já não havia unidades disponíveis. Essa pra mim é uma das principais causas o "jeitinho brasileiro de ser". Acho bom demais, os que foram mais ganaciosos e não saíram na hora certa e agora estão com 05, 06 ou mais unidades em um prédio e não conseguem vender e ainda tem que arcar com condomínio.

      Excluir
  16. Em 2013 eu fiz isso. pus minha casa a venda. Havia comprado por 30.000 e vendi por 500.000.
    Não achava que valia 200.000 mas... o povo ficou ensandecido.
    CEF me pagou certidão viu!
    Imagina quanto tenho de capital hj?
    Moro de aluguel , pago 1600 em uma cobertura e me considero aposentado.

    E a casa? Ha , o cara não conseguiu pagar e o prejuízo ficou pra CEF. Aliás para os brasileiros .
    Mas a Caixa gossssta.

    ResponderExcluir
  17. Sou um pouco burro e lendo os comentários, fiquei ainda mais confuso.
    Tenho $400 mil... rendimento de 0,5%/mês... não consegui mais q isso... outros tipos de investimentos são complicados...
    Estou pagando $1.500,00 de aluguél ...me sobram $500,00/mes ...
    Dizem q a inflação está em 3% a.a ... não acredito...
    Onde está a vantagem a longo prazo ?? Materiais de construção sobem... terrenos onde moro não é menos que $300,00 m2 ... desconfio que daqui a 10 anos não conseguirei comprar nem 1 terreno com o meu dinheiro...
    O que faço??

    ResponderExcluir