Total de acessos

Teste

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Exame: Preço dos imóveis tem queda real de 4,54% nos últimos 12 meses


Vale destacar que a queda real não é obtida com uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação

O preço médio dos imóveis residenciais teve queda real de 4,54% nos últimos 12 meses encerrados em setembro, segundo o Índice FipeZap. O indicador monitora o preço de imóveis anunciados para venda em 20 cidades brasileiras.

Isso porque, no período, a desvalorização acumulada dos imóveis foi de 0,28%, enquanto a inflação acumulada foi de 4,45%.

Vale destacar que a queda real não é obtida com uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação.

Em setembro, os preços ficaram praticamente estáveis em relação a agosto, registrando variação de 0,03%. No ano, o preço médio dos imóveis acumulou queda de 0,32%.

(Portal Exame.com - Seu Dinheiro - 03/10/2018)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

2 comentários:

  1. É bom frisar que o fingezap não compra e não vende imóvel nenhum, é apenas um site de internet que faz estatísticas sobre o valor anunciado pelos proprietários que pagam pelo serviço da página, portanto não reflete o preço real negociado, não reflete nem mesmo as avaliações bem mal criteriosas realizadas pelos bancos publicos que no afã de atender a interesses políticos permitiu avaliações irreais, fraudou documentação de comprovação de renda, e avalizou crédito para especulação onde que uma pessoa sem renda suficiente dava entrada em diversos imóveis ao mesmo tempo afim de dar sensação de escassez e especular com o preço, criando medo de "subir mais" o que por sua vez fazia mais e mais consumidores de boa vontade se renderem aos esquemas de fraude de renda para conseguir obter o sonho da casa própria

    Todavia, tudo isto é coisa do passado.

    Os fatos reais são as vendas desesperadas em leilão por valor muitas vezes 80% abaixo do valor de avaliação dos sites, já que o verdadeiro dono, os bancos, necessita de liquidez para ter caixa e continuar operando, caso contrário vai a falencia.

    Pra completar, com a nova onda de moralidade publica, muito provavelmente tais esquemas nunca mais se repetirão, pelo menos até o brasileiro esquecer, algumas décadas pelo menos, sendo assim o enorme estoque formado nos anos de euforia e ilusão vai caindo de valor, como já vem ocorrendo nas principais praças desde 2012, ou desde 2014 no RJ onde teve Festas e muito provavelmente vai continuar a ocorrer por mais alguns anos, conforme atesta especialistas do calibre do samy dana em seus calculos ele comprova que na grande maioria das vezes alugar é a melhor opção, esperar é a melhor opção.

    A naba é de tal tamanho que nem mesmo os recordes de juros baixo atuais fizeram mudar a tendencia de declinio dos imóveis.

    ResponderExcluir
  2. Corvos piram...Kkkkk..

    ResponderExcluir