Total de acessos

Teste

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Valor: Lopes espera nova queda generalizada no mercado imobiliário

O mercado terá nova queda, e os fundamentos para o comprador estão piores. [...] O cenário é de aumento dos estoques de imóveis prontos e de continuidade do crescimento dos distratos [...] Nos últimos anos, tem havido descontos de preços, principalmente na comercialização de unidades novas. Segundo o executivo, será "inevitável", ao longo de 2016, a redução de preços no mercado de usados

Após registrar, em 2015, lançamentos em patamar 30% abaixo de sua estimativa interna ­ feita a partir do que as incorporadoras sinalizavam, no início do ano ­, a Lopes espera novo encolhimento em 2016, quando a confiança do consumidor continua em baixa. "Sou um pessimista positivo. O mercado terá nova queda, e os fundamentos para o comprador estão piores. Mas fizemos um corte de custos, em 2015, e tomamos medidas para operar melhor", diz o diretor financeiro e de investidores da maior rede de imobiliárias do país, Marcello Leone.

A redução de custos torna a companhia bem dimensionada para não precisar fazer nova rodada de cortes caso o mercado caia de 15% a 20% neste ano. Na avaliação do executivo, o ponto de inflexão para a retomada do setor imobiliário dependerá de algum evento que aponte para a estabilidade. "Pode haver uma definição depois das eleições [municipais]", afirma o diretor de relações com investidores.

Leone afirma que este será um ano de "boas oportunidades" para compradores de imóveis no mercado primário ­ de novos ­ e no secundário ­ de usados ­, com queda de preços nos dois segmentos. O cenário é de aumento dos estoques de imóveis prontos e de continuidade do crescimento dos distratos, segundo o executivo.

"Precisamos encontrar formas de obter resultados melhores neste cenário econômico adverso. Vamos buscar, com foco no cliente, boas oportunidades de negócios, como imóveis com preços ou condições com vantagem, para que quem está em cima do muro tome a decisão de compra", conta Leone.

Nos últimos anos, tem havido descontos de preços, principalmente na comercialização de unidades novas. Segundo o executivo, será "inevitável", ao longo de 2016, a redução de preços no mercado de usados, como reflexo do aumento do desemprego. O mercado de usados está pouco líquido e, em 2015, as vendas da Lopes no segmento caíram mais do que as de novos.

Queda nas vendas e nos lançamentos
Diante da prioridade das incorporadoras em vender estoques, a redução de lançamentos superou a queda de vendas no ano passado. No acumulado de janeiro a setembro do ano passado, o total de intermediações realizadas pela Lopes caiu 30%, para R$ 7,1 bilhões. Em lançamentos, a redução de vendas foi de 26% e, em usados, de 39%.

Para se adequar à retração da economia e ao encolhimento do setor, a Lopes diminuiu sua operação em 35% no ano passado. O número de lojas passou de 57 para 50 no país, o quadro de pessoal foi reduzido em 16%, de 1.132 pessoas para 949. Houve renegociação do aluguel dos imóveis de 18 lojas ocupadas pela Lopes, e oito sedes foram transferidas de local. A área ocupada pelas lojas também diminuiu.

No último dia 27, a Lopes vendeu aos fundadores da LMinas Consultoria de Imóveis, os 51% do capital que detinha na controlada de Nova Lima (MG).

(Valor Online - Empresas - 02/02/2016)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

23 comentários:

  1. OLHA A CABEÇINHA:"Pode haver uma definição depois das eleições [municipais]", afirma o diretor de relações com investidores" Afirmou entao que depois das eleiçoes municipais,tudo estara resolvido e de vento em popa, e acabou o a depressao na banania.

    REALMENTE SERAO OTIMOS "ANOS" PRA AMARGAR $$$$$$$$$$$$$$$$$$ EM PREJUIZO....KKKKKKK... PREFIRO FICAR EM CIMA DO MURO QUE ESTA MAIS COMODO....DO QUE ADQUIRIR "DIVIDAS A PERDER DE VISTA"...INSOLVENCIA A VISTA ´POR TODOS OS LADOS DO BANANAL...BRAZUELA A VISTA....

    ResponderExcluir
  2. Não precisa ter nivel superior pra resolver o problema é só baixar no minimo 30% pra começar a vender

    ResponderExcluir
  3. A caixa e o Bradesco já mudou a avaliação dos imóveis , agora os avalistas já estão avaliando abaixo do valor .. Ex : um imóvel bolhudo de 600 mil é avaliado por 480 mil

    ResponderExcluir
  4. Acabou a mamata !!! nenhum órgão financeiro aceita o valor do corretor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do corretor e do proprietário. Vai convencer o cara a baixar 20% no valor que ele acha que vale o imóvel que ele comprou em 2010 por 200 k e que hj ele quer 500k. o cara ver seu imovel valorizar 150% é lindo, mas desvalorizar 10% que seja o cara não aceita. A menos que esteja desesperado.

      Excluir
  5. Agora só falta o corretor cair na real e fazer um curso de como vender imóvel na crise ... Resposta : é só voltar os preços de 2011 ..
    .

    ResponderExcluir
  6. Cadê o corretor que afirmou em comentários passados que não existe tempo ruim para corretores qualificados?
    Será que ele é um outlier em meio a crise e consegue vender mais que os outros?

    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiu voando e soltando penas e muito desorientado sem concantenar as idéias kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Rs tadinho dos Corvos não estão vendendo nem pro cafezinho rs
    E os corvinhos? Não vai ter nem o fubazinho suado?
    Ganharam muito em cima da mentira, portanto, firmaram sua casa sobre a areia, agora, a casa caiu...
    Aliás, quem precisa dos Corvos? Contrate um despachante por 200.00 que faz toda a parte burocrática

    ResponderExcluir
  8. Na chom, quero na chom!
    Não pode sobrar pedra sobre pedra!

    ResponderExcluir
  9. Não sou corretor, mas não entendo esse ódio todo aos corretores. Parece até aquela história do rei que manda matar o mensageiro, por não gostar da mensagem...
    O corretor é apenas um intermediário, um facilitador, um vendedor. O mercado entrou numa crescente porque todo mundo correu para o mercado imobiliário: 1. por falta de opções de investimentos, a partir de 2008, haja vista a crise do mercado de ações e a baixa da taxa do SELIC; 2. impulsionado pelos incentivos do governo; e/ou 3. muito importante, por conta da idiotia coletiva, o velho efeito manada (muitas pessoas correram para comprar imóveis simplesmente porque todo mundo estava comprando e elas ficaram com medo de ficar sem...).
    Os corretores apenas expressaram uma realidade do mercado. Os corretores ruins, que tratavam mal, enrolavam os clientes ou, simplesmente, nao sabiam de nada e falavam um monte de besteiras, são apenas mais um efeito do mercado inflacionado, que atrai todo tipo de oportunistas.
    Quem comprou sem meditar também tem culpa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CORVO DETECT, CORVOS DETECT, CORVOS DETECT, CORVOS DETECT, CORVOS DETECT, CORVOS DETECT
      O meu querido chega de defender quem acharcou os brasileiros para pagar propina ao PT
      Que paguem por ter endividado os brasileiros.

      Excluir
    2. Corvo detected!!!!

      Excluir
    3. kkkkk o choro é livre kkkk

      Excluir
    4. Sem sombra de dúvidas você é um Corretor.

      Excluir
  10. Concordo a culpa mesmo foi do mutuotarios que compraram fiado e nem queria saber do valor

    ResponderExcluir
  11. Que tubarão, que corvo, que nada...
    Agora a o esperto é o "lagartixa", perde o rabo mas continua vivo...

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho bronca de corretores que vendem imovel na planta. Eles pedem 10000 REAIS de entrada, embolsam o valor juntos com as sua corjas, mentem a vontade para o consumidor, e depois somem. Voce tenta fazer alguma negociacao, e em caso de distratos as construtoras humilham. No ano passado perdi 30000 reais para estes caras. Bem feito agora, nao tenho do.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fizeram essa maldade com todos os brasileiros, mas agora o povo está sabendo a verdade.
      A culpa é dos Corvos.

      Excluir