Total de acessos

Teste

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Portal Segs: Conheça os riscos de se comprar um imóvel na planta

Contribuição de um leitor anônimo

“O que se compra na verdade é a promessa de que a obra ficará pronta. Ao assinar o contrato de compra e venda, o comprador passa a compartilhar com a incorporadora a responsabilidade pela conclusão da obra.”

Há muitos riscos em comprar imóveis em construção. A AMSPA - Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências - preparou uma lista dos principais riscos envolvidos e como evitá-los. Fique atento!

​​Quem compra imóvel na planta compra a promessa de que a obra ficará pronta como a maquete.

A compra de imóvel na planta apresenta mais riscos do que a aquisição do imóvel pronto, por isso, a AMSPA recomenda ao investidor que não tome nenhuma decisão por impulso no estande de uma incorporadora. “Podem ocorrer atrasos na obra, defeitos na construção, problemas estruturais, não cumprimento de promessas e, em caso de fraude ou se a construtora pedir falência, o comprador ainda corre de não ter o imóvel entregue. Então, como o próprio site da Caixa sinaliza, é justo que o comprador tenha um bom desconto no preço para correr o risco”, adverte Marco Aurélio Luz, presidente da entidade de defesa dos mutuários.

“A aquisição de um imóvel na planta só sai mais barato em virtude dos riscos envolvidos”, informa Luz. “O que se compra na verdade é a promessa de que a obra ficará pronta. Ao assinar o contrato de compra e venda, o comprador passa a compartilhar com a incorporadora a responsabilidade pela conclusão da obra.”

Como não é possível prever se a construção do imóvel será perfeita ou se haverá atraso na obra ou, ainda, se construtora irá sofrer algum problema durante o empreendimento, é melhor se precaver. A AMSPA preparou algumas dicas para o mutuário não se arrepender mais tarde:

1- Conheça a construtora: Procure conhecer o histórico da construtora, imobiliária ou corretora. Faça uma pesquisa em órgãos de defesa do consumidor e só firme contrato se as empresas tiverem uma boa reputação no mercado;

2- Investigue a obra: Confira os registros do imóvel e da construção na Prefeitura;

3- Visite o local da construção pessoalmente: Saiba com a vizinhança, como são os serviços de infraestrutura, como: água, esgoto, transporte, saúde, feiras livres, comércio e escolas. Procure saber, no local, quais são as taxas de IPTU e condomínio da região;

4- Faça um bom planejamento financeiro: Na assinatura do contrato de compra e venda, a construtora exigirá um valor de entrada, que pode ser parcelado. O valor das parcelas não pode comprometer mais que 30% de sua renda. Não corra o risco de não conseguir fazer os pagamentos futuros. Lembre-se que, até a entrega das chaves as prestações são reajustadas pelo INCC. Depois das chaves você terá de quitar o imóvel ou conseguir um financiamento bancário. Neste caso, é melhor você pesquisar nos bancos sobre as taxas de juros para o financiamento. Peça uma simulação das parcelas da primeira até a última prestação.

4- Custos extras: Podem surgir custos extras durante a construção ou imprevistos em sua vida financeira. Para isto, mantenha uma reserva de 50% do valor do imóvel em FGTS, poupança ou aplicações;

5- Financiamento bancário: Tenha a certeza de que o seu crédito será aprovado pela instituição financeira. O processo pode demorar alguns meses e impedir a entrega das chaves, ou o imóvel pode encarecer e você não ter renda para obter o financiamento bancário. Neste caso, você terá de desistir do imóvel e solicitar o reembolso via ação judicial.

6- Custos adicionais previstos: Leve em consideração os custos adicionais, como: impostos, escritura e registro do imóvel;

7- Atraso na obra: Os atrasos na entrega da obra costumam variar de seis meses a três anos, por isso exija que a data da entrega do imóvel esteja estabelecida em contrato. Não aceite cláusulas que permitam a prorrogação da entrega das chaves, o Procon considera essa prática lesiva ao consumidor. Verifique se o contrato prevê penalidades em caso de atraso pela construtora. Forme uma comissão de representantes com outros compradores para acompanhar o andamento da obra. Se ainda assim o imóvel atrasar, exija seus direitos de ser ressarcido pelos danos morais e materiais;

8- Problemas com a construtora: A construtora pode contrair dívidas durante a obra e correr o risco de falir. Em caso de falência, você pode abrir processo por danos morais e materiais, mas o reembolso só acontecerá depois do pagamento dos impostos e dos trabalhadores envolvidos. O ideal é exigir o regime de afetação patrimonial para resguardar o investimento;

9- Patrimônio de afetação: Mesmo não sendo obrigatório, o regime de afetação patrimonial é uma declaração da construtora, registrada em cartório, na qual os recursos destinados àquela obra ficam separados do patrimônio da incorporadora. A contabilidade também é feita em separado e fiscalizada pela comissão de representantes dos compradores;

10- Defeitos ou vícios de construção: Visite outros lançamentos da construtora para saber se houve problemas na obra. Para prevenir possibilidades de defeitos ou vícios de construção, como: rachaduras, infiltrações, problemas de infraestrutura e acabamento, uso de materiais de baixa qualidade, desníveis entre os andares, áreas menores do que as previstas - é imprescindível a formação da comissão de representantes para acompanhar a construção;

11- Memorial descritivo: A lei exige que para comercializar um empreendimento, a incorporadora deve registrar em cartório, a prova de propriedade do terreno, o cálculo exato da área do imóvel, o projeto de construção aprovado pela Prefeitura e a descrição do acabamento e do material a ser utilizado na obra. A construtora deve seguir à risca o documento. Mantenha uma cópia do memorial descritivo junto da documentação do imóvel. Caso a construtora não cumpra o que foi prometido, o mutuário pode exigir a substituição do material, obter desconto no preço do imóvel ou cancelar o contrato com a devolução dos valores pagos;

12- Registre o contrato: Leia atentamente todas as cláusulas do contrato antes de assiná-lo. Consulte a AMSPA em caso de dúvida. Se possível, firme o acordo na presença de um tabelião responsável, isento de compromissos com a incorporadora, tornando a escritura pública. Depois de fechar o negócio, registre em cartório o contrato de compra e venda. O registro garante seus direitos sobre a propriedade e a construtora não poderá fazer mudanças no projeto inicial sem o seu consentimento. Caso a obra não seja finalizada, o mutuário torna-se proprietário do terreno do imóvel automaticamente;

13- Seguro: Atenção aos contratos de seguro feitos para a obra. Saiba quem é o beneficiário, se for a própria incorporadora, desista. O beneficiário deve ser o comprador. Caso a construtora não termine o empreendimento, a seguradora assumirá o compromisso e livrará o mutuário do prejuízo;

14- Ação judicial: Guarde todos os folhetos, fotos de maquete, papeis e e-mails trocados com a incorporadora, desde o estande de vendas. Tudo pode ser usado como prova, em caso de haver necessidade de uma ação judicial contra a construtora.

(Portal Segs - Demais -  13/01/2017)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

114 comentários:

  1. Não risco algum, imovel é o melho investimento, nunca desvaloriza e ninguem rouba de tu.

    Jamais faras um mal negocio comprando imoveis. quem compra terra nunca erra. imovel é renda. Imovel é a aposentadoria do futuro. Cutivai imoveis e recebera em dobro.

    Imóvel é a seguranca das familia, porto seguro e heranca para os filho. É o sonho do trabalhado, o orgulho para os pais e motivo de inveja para os amigo, e inimigo. Nunca erra aquele que investe no que é seu.

    Para aqueles que gosta de paga aluguel, continue assim, enriquecendo minha conta bancaria, eu só tenho a agradece o dinheiro do aluguel que recebo de voces. por isso tenho certesa que nunca errei em escolhe ser corretor como profissão. a todos uma boa quinta feita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vira o disco ohhhh...pare de dar conselho errado aos leitores do blog...concordo apenas que, quem compra terra para produzir nunca erra, devido valor agregado aos produtos produzidos, o que gera renda, mas imoveis tipo pombais e fria.

      Excluir
    2. Realmente corvos agem por instinto...kkk..ou por sobrevivencia...kkk

      Excluir
    3. Xoooooooooooooooooo Corvo não vem com essa lorota, com palavrinhas bonitas sobre imóvel que isso não engana mais ninguém.

      Excluir
    4. A maior riqueza de um homem é saber ler e escrever, e isso, nem todo o dinheiro do mundo pode te ajudar. Corvo

      Excluir
    5. É troll com certeza...

      Excluir
    6. Sai daqui Corvo Esfomeado, vai vender balinha no semáforo pra ganhar uns trocados, porque se depender de vender algum pombal, vai passar fome.

      Excluir
    7. A maior riqueza de um homem chama-se educação, e nos tempos de hoje principalmente educação financeira, coisa que os enganados pelos corvos não têm. É só saber fazer contas e concluir que comprar imóvel, nos preços exorbitantes de hoje, é um enorme prejuízo.

      Excluir
    8. Sr. Corvo não vou te julgar pelo seu comentário, tu trabalha nesse setor e vive de comissão, então, tem que ser bom de lábia, quanto mais trouxa enganar mais comissão entra, porém, as coisas mudaram, o povo brasileiro não tem renda e nem emprego, como vai comprar gaiolas de ouro?
      Sinto muito, mas a solução para ti, é uma nova profissão ou a aposentadoria por extinção da profissão.

      Excluir
    9. Nem magia negra salva a vida dos corretores. Agora vão sangrar muito, pelos anos de arrogância, do qual tratava trabalhadores que nem lixo, quando íamos aos "Istandissss de ouro" dos Corvos e erramos humilhados e mal tratados.
      Agora amarguem muito, e engulam o choro, porque vão viver de cesta básica

      Excluir
    10. Só para complementar o meu comentário, por que sou profissional, e tenho orgulho de trabalhar ja fazem 15 anos nesse setor.

      ninguem esta obrigado a compra um imovel vai em um stand de vendas porque quer, mais não sabe lê contrato, não conhece seus direito naão tem um advogado, e não quer paga um.

      Depois que faz uma compra que não cabe no seu bolso vem reclama de tudo quem foi o burro nesta historia? As pessoas tem que aprende a assumir seus erro e não ficar colocando a culpa nos outros, especialmente em corretores .

      Aprenda a fazer cálculos quer pagar na construção 20% e não vai ter juros nem correções o seu salario sobe o preços das coisas não ha ha ha...

      Excluir
    11. Corvo Esfomeado vá catar coquinho, tu vem aqui todo dia com a mesma ladainha, aceita que dói menos, e volta pra lavoura, vao lá capinar vai

      Excluir
    12. VC é muito hilário, só que precisa atualizar as suas piadas.

      Excluir
  2. Comprar Imovel hoje deixa voce imovel,engessado,preju na certa...fria,roubada,etc...ainda mais num pais de gente falida, desempregada,etc.....Imovel rural para plantaçao ainda vai,pois possui valor agregado aos produdos produzidos e gera renda.

    ResponderExcluir
  3. Triste legado da máfia Ptista. Trabalharemos décadas para reerguer o país. O sonho da casa própria cada vez mais longe.
    Daí eles invetam uma estratégia de venda, chamada Planta kkkkkkkkkkkkkkkkkk faz-me rir, só aqui no Bananal existe isso, país de primeiro mundo é outro nível.

    ResponderExcluir
  4. O mais interessante ninguém fala. Os imóveis aqui no Brasil estão muito acima da realidade mundial. Hoje aqui se fala em 1 milhão como se fosse 200 mil. Como aonde um salário médio é de 2 mil reais uma prestação chega a 3 mil. Outra coisa, uma casa hoje em Miami com 4 suítes em condomínio fechado custa 200 mil dolares ou seja 480 mil reais. O que falta no Brasil é cultura financeira, o que as construtoras pedem o povo paga. Vamos dar mais valor ao nosso dinheiro.

    ResponderExcluir
  5. Faltou um tópico: Ter muito dinheiro, mas muito mesmo para gastar.
    Um cunhado, engenheiro, mestre e professor universitário, comprou um imóvel na planta. Tentei sem sucesso demovê lo de seu intento, sem sucesso.
    Há 06 anos que tudo o que cara ganha fica no imóvel.
    Fico com pena pois é um cidadão trabalhador. Outro dia encontrei com ele e perguntei sobre o imóvel, ele me disse que nos próximos 10 anos iria trabalhar para pagar o apartamento. Falei pra ele que os imóveis eram vendidos abaixo do valor que pagara, ficou calado.
    Engenheiro que não sabe calcular dá nisso...
    Vc que está lendo isso, não vá cometer o mesmo erro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que muitos só ouvem os vendedores, depois ficam se lamentando

      Excluir
  6. Para um bom negócio, só pode compra imóvel quem tem dinheiro. Não existe magica. Imovel sem duvida é o melho investimento, e essa crise que os site noticia não tem procedencia, as vendas de imoveis continua a todo vapor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corvo Detect, Xooooooooooo Corvo, vai buscar sua cesta básica na igreja vai.

      Excluir
    2. Xooooo...corvo...chupaaaa que a cana e doce...kkkk

      Excluir
    3. Meu Deus hoje ta cheio de Corvo sobrevoando por aqui Xooooooooo coisa lazarenta Xooooooooooooo

      Excluir
  7. Olha o comentário desse Anónimo 07:32,um egoista olhando SÓ para si ,e esquecendo da realidade da situação economica ,um corretor de imóveis nao ve o lado de ninguém ,Nao todos mais a maioria quer ver a comissão dele e ponto ,então pessoal nao se iludam com estes corretores de imóveis, e comentários inúteis que tentam empurrar a pessoa para fazer um mal negócio, infuenciando a mente das pessoas ,e porque eles nao gostam que um blog como este observador de mercado Oriente as pessoas ,CRISE GERAL, DESEMPREGO, ... Nao se precipitam porque ninguém sabe o que vem pela frente , um déficit enorme que o país fechou o ano passado isso vai levar muito tempo para se resolver ,Nao compre a tendência e baixar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sou o Anónimo 07:32 e não sou egoisto e não penso só em mim, penso na satisfação de meus cliente. Não to tentando iludi e engana ninguem, sou muito profissional e ja realizei o sonho de muitos brasileiro com o sonho da casa propria. Desculpe se tu nao teve chance de compra sua casa, se ta revoltado com a vida, va estuda e cresce na vida, quem sabe no futuro consiga compra seu home. boa tarde,

      Excluir
    2. Anônimo 07:32, Nao vou alongar conversa com vc ,e vc nao me conhece,nem sabe da minha condição economia ,vai estudar vc... o meu comentário é real por isso vc veio com esse comentário seu , pq vc quer iludir as pessoas ,e outra vc nao realiza sonhos de ninguém ,quem batalhou na vida e conseguiu juntar seus recursos compraram com o seu próprio, vc nao é papai Noel ,e sim um que pensa em comissão,estão vendo pessoal?,que nem todos,mas alguns corretores deste nível, Nao gosta que alerte as pessoas da verdade.

      Excluir
  8. isso memo o mio e cumpra o imorve na semente!
    Dai oce fica super alegre quando ve ele vira pranta!

    ResponderExcluir
  9. Comprei um imóvel na planta e entrei na maior roubada, pois paguei tanta taxas e prestações, além daquelas estipuladas, para receber as chaves, que não conseguia entender o porquê e ninguém me explicava.

    Dei a entrada combinada e o restante seria financiado pelo Sistema Financeiro de Habitação, só que neste interregno foi aparecendo uma série de valores que ao final somaram mais de 10 mil reais.

    Tentei desistir, mas, se eu desistisse, segundo a construtora, eu teria que pagar algo em torno de 80 mil reais pela desistência. O jeito foi me envolver em um empréstimo junto ao meu banco para quitar essa dívida, que eles chamaram de saldo residual, que não estava nos meus planos e tampouco tinha conhecimento.

    Até hoje estou endividado, e não aconselho ninguém a comprar um imóvel novo, o melhor é comprar um usado. Sem contar que não temos mais opção de comprar um imóvel de um bom tamanho. Atualmente os imóveis são verdadeiras casas de pombos, de tão pequenas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente você não está sozinho, existem centenas de pessoas que estão na mesma situação. Após a venda vc passa a ser tratado de forma diferente, talvez como um otario?

      Excluir
    2. E so por grades que completam a gaiola kkkk..estou rindo e da casa de pombos e nao da sua situaçao viu.nao desejo isso a ninguem.

      Excluir
  10. Uma dica para quem for comprar imovel

    Baixe este livro digital:

    www.expertemimoveis.com.br/7dicasgga

    Ele é gratuito e ainda me ajudou a conseguir 50% de desconto no registro do imovel e ainda me ajudou a comprar meu imovel na planta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xooooooooooooo Corvo não vem vender mentiras aqui, porque ninguém cai no conto de estelionatário.

      Excluir
    2. Se eu tivesse a experiência de vida de hoje ou tivesse lido essa matéria em 2006, não teria caído no maior prejuízo financeiro e moral da minha vida, ao comprar na planta um imóvel da Cyrela.
      Nem uma construtora de nome é confiável!

      Excluir
    3. A valorização do preço dos imóveis tão enfatizada pelas construtoras é uma farsa e cheia de viés. É baseada no preço pedido pelo vendedor e não calculada a partir dos negócios efetuados. Mercado parado, cuidado!!!!

      Excluir
    4. Imovel quando na planta nao brota...e quando brota, o preju e maior ainda.

      Excluir
    5. Quando brota certamente virão muitos espinhos

      Excluir
    6. Valor do aluguel = 0,25% do valor do imóvel - IR - Taxa da imobiliária, não sobra quase nada, isso é bom para você. Para mim não, prefiro, se o imóvel valer 400K, vou receber no mínimo 4K/mês, isto é dá para pagar o aluguel e ainda sobra.
      Supondo que o valor do imóvel seja 400K o alugguel será de 1K e será pago 27,5 de IR e 10% para a imobiliária, sobrará ao locador R$ 625,00, considero muito pouco, ainda existe o risco do imóvel desvalorizar. Lembre-se que para transferir o imóvel para o seu nome ainda é necessário pagar o imposto de transmissão de bens e mais alguns custos.

      Excluir
  11. Eu gostaria apenas de dizer que negociar com construtoras deve ser parecido com negociar com o demo em pessoa! Nem bancos são tão baixos!

    ResponderExcluir
  12. Vestiram a camisa da CBF 7 X 1, bateram panelas, agora chegou a conta da irresponsabilidade. Todos os patinhos estão ficando desempregados. Eu acho é pouco. Ou seja, nem na Prannnnta e nem velho, o país tá mergulho num caos sem fim.

    ResponderExcluir
  13. Na Chom Na Chom, quero meu Na Chom

    ResponderExcluir
  14. Acabei de comentar e errei o número de armadilhas, quero dizer que ao invés de 14 são umas 80 armadilhas.

    Os senhores conhecem a Factus Construtora? Não? Busque na internet e FUJA!!!! Acho que esta reportagem seria refeita com 80 armadilhas ao invés de 14.

    ResponderExcluir
  15. A valorização do preço dos imóveis tão enfatizada pelas construtoras é uma farsa e cheia de viés. É baseada no preço pedido pelo vendedor e não calculada a partir dos negócios efetuados. Mercado parado, cuidado!!!!

    ResponderExcluir
  16. Não variolizar o corretor é o mesmo que dizer que ele é burro o corretor procura o imóvel mostra tudo, consegue os melhores valores, sempre tira do bolso dele o desconto (as constr nunca perdem) não ganha um salario uma ajuda de custo não tem um representante pelos seus direitos, trabalha em situações degradantes faz propaganda de graça para as construtoras, usa do seu dinheiro do bolso para transporte, comida, roupa, fica sem comer, não é valorizado nem pelo incorporador nem pelo proprietário, tem que corre atrás de documentos, tem que fazer o papel de pós-vendas (trabalho este da constr) as construtoras fazem metas impossíveis de bater colocam varias empresas para vender as unidades porque não confia no corretor seu, raramente fazem propagandas grandiosas (isso só acontece quando esta com produtos encalhados) e não sabe oque fazer com o estoque E ainda não querem pagar comissão Muito obrigado pela reportagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tadinho dos corvos. Da mesma forma que ter uma vida difícil, não justifica roubar, ter uma vida difícil não justifica enganar os outros. Quando comprei imóvel há 07 anos atrás, se eu contar a quantidade de frias que os corvos quase me colocaram dá um livro.
      A vida tá difícil pra eles hoje, há alguns anos era outra história. Além do mais quem avalia o imóvel é o corretor e muitos corretores foram investidores e contribuíram pra esse caos hoje. Não adianta essa raça não presta.

      Excluir
    2. O "ficar sem comer"concordo..o resto nao kkkk

      Excluir
  17. Não compre na planta. Pegue a entrada + taxas e aplique em LCI. Junte mais dinheiro e continue aplicando. Qdo a obra ficar pronta, com habite-se, vc vai direto na construtora, sem corretor, e negocie o valor. O desespero de vender é grande e acabam vendendo pelo mesmo preço ou menos de "na planta".

    ResponderExcluir
  18. Quando ouço um corvo falar Praaaannnnta meu coração para por alguns instantes.

    ResponderExcluir
  19. Desculpem a franqueza, mas comprar imóvel na planta, hoje, é muita burrice. O risco é grande e o ganho é totalmente incerto. Mais vale investir o dinheiro e economizar para uma compra futura (ou comprar um imóvel pronto com grande desconto).

    ResponderExcluir
  20. Hoje em dia é muito difícil, as pessoas quando vão comprar um imóvel, já possuírem 20% a 30% do valor em dinheiro. O mais comum é terem um valor de até 15% entre dinheiro e F.G.T.S. e optar por Apto. na planta, para que possam conseguir pagar as parcelas do período de obra, juntamente com seus gastos atuais. Lembrando que no Ato da compra, já é feito uma simulação de quanto irá ficar o valor das parcelas e os compradores só compram se tiverem certeza que conseguirão pagar.!!! Sou Corretor de Imóveis e é isso que mais acontece....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então como não tem o dinheiro, aplique e more de aluguel. Quando futuramente tiver o dinheiro compre. Planta e financiamento são coisas que apenas bananenses fazem.

      Excluir
  21. Se precisar de moradia tem a casa da mamãe ou a minha... Agora que não tem e comprou na Prantaaaa é muito bobo mesmo

    ResponderExcluir
  22. Sem democracia, sem crescimento. Continuemos gastando apenas o necessário. Quem vai investir em um país governado por uma coalizão de golpistas corruptos?

    ResponderExcluir
  23. A verdade é que nem precisa saber dessas dicas. Simplesmente não compre na planta e ponto!

    ResponderExcluir
  24. Postei um comentário e não apareceu, comentei de novo o mesmo que antes, será que escrevi alguma coisa errada ou ofensiva?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro leitor:

      Nesse caso, solicitamos que, se possível, reenvie sua mensagem. Solicitamos também que verifique se o comentário foi feito realmente neste post.

      Sinta-se à vontade para nos enviar questionamentos dessa natureza sempre que entender serem pertinentes.

      Aguardamos seu retorno.

      Um abraço,

      Observador

      Excluir
  25. Ótima reportagem, me abriu os olhos; eu estava cogitando comprar imóvel na planta mudei de idéia; a internet é maravilhosa quando procuramos usá-la bem; nos dá informes preciosos para tomada de decisão; obgdo a todos

    ResponderExcluir
  26. Não é só na compra do imovel que há armadilha... na compra do carro 0km, na compra de eletronico, produto comprado no exterior entre outros casos... o problema é que aceitamos tudo que é imposto, e como não podemos deixar de comprar devido a necessidade, aceitamos esses absurdos, altas taxas, pessimo atendimento, má qualidade, e assim vai o ciclo vicioso... quem sabe um dia a gt possa ser ouvido e defendido pelos orgaos competentes, principalmente pelos meus funcionarios q estão sendo bem pagos em brasilia

    ResponderExcluir
  27. Só faltou dizer que as construtoras são santinhas kkkkkkkkkk
    Cadeia brava para os diretores bandidos dessas Destrutoras.

    ResponderExcluir
  28. Cuidado com o consórcio de imóvel da EMBRACON, o comercial diz que é para você ligar agora que tem promoção, antes deem uma olhada no portal RECLAME AQUI, milhares de reclamações de pessoas que não recebem o contratado e eles nem respondem as reclamações.

    Já os Corvos Esfomeados, ficam com um sorriso amarelo com cara de paspalho como se tivesse feito um excelente negócio para ti, vendendo esses pombais velhos e sujos.

    ResponderExcluir
  29. Simples. Não compre na planta. Deixe isso para os investidores profissionais (que podem investir mais de 10 milhões). A única vantagem de comprar na planta "ERA" o preço mais em conta. Hoje nem isso existe. Tinha a vantagem também de poder escolher o andar, unidade e vagas de garagem. Mas isso você pode escolher em um prédio pronto. Depois de comprar na planta você fica na mão da construtora. Você já deu o dinheiro para ela. Ela faz o que ela quiser e, se você discordar, vai ter que reclamar muito e apelar a justiça. Com imóvel pronto você escolhe. Está faltando coisas no condomíno? Não compre. Está com material de baixa qualidade? Não compre. Está atrasado? Azar de quem comprou

    ResponderExcluir
  30. O problema está muito mais na falta de conhecimento matemático e legal das pessoas do que necessariamente com as construtoras. Vivemos em um mundo capitalista, as construtoras vão fazer o máximo para ganhar mais. Se as pessoas fossem mais conscientizadas e não aceitassem os abusos as empresas não agiriam assim. No exemplo que foi dado, a prestação teria que ser de no mínimo R$ 1.820,00 para que o valor não aumentasse. R$ 280.000 *0,65% = 1.820,00. Assim a melhor solução é juntar dinheiro e dar uma entrada maior. No meu caso eu daria um sinal entre 35% a 55% do valor do imóvel. Sendo que pediria uma prestação maior que o valor do INCC mensal para quando for financiar no banco o valor ser menor ainda.

    ResponderExcluir
  31. "Você dá R$ 20 mil de sinal e paga 36 parcelas de R$ 1.000. Na entrega das chaves, você terá pago R$ 41.715," Difícil dar credibilidade à uma reportagem que: ou está com a informação errada, ou não explicou qual o cálculo foi feito para que esse valor total pago até as chaves seja de 41.715 ao invés de 56.000,00 que é a soma de 20+36.

    ResponderExcluir
  32. A grande verdade é que em país de corruptos, onde o exemplo vem de cima, essas construtoras estão à muito tempo e, cada dia mais, sofisticando suas formas de meter as mãos no bolso do incauto e honesto cliente. Ainda contando com todas as mais modernas empresas de advogados (leia-se pilantras) a lhes oferecer respaldo jurídico para isso. Esse mercado não tem regras claras, não tem idoneidade, não tem segurança alguma para o cliente, o cliente não tem respaldo nem direito algum quando diverge com as construtoras no que foi acordado e fica sim como um cordeiro nas mãos de seus algozes. Quer construir uma casa?, faça assim, contrate uma boa equipe de construtores (pedreiros), que seguirão o projeto aprovado feito por engenheiro idôneo e acompanhe par e passo a construção. Esse país tá cheio de bandidos engravatados que lhe atendem em gabinetes refrigerados oferecendo cafezinho e água gelada com uma mão e metendo a outra mão no seu bolso depois.

    ResponderExcluir
  33. Pessoal tenho uma duvida, me ajudem.

    Se eu fazer valer os meus direitos e não querer pagar nenhuma dessas taxas que por lei não sou obrigado, alguma construtora me vende algum apartamento ? Ou tenho que comprar e depois resolver na justiça ?

    ResponderExcluir
  34. Otima matéria ! Um detalhe é que agrava a situação. Tudo tem seu preço. Um imóvel também. Logo, as empresas preferem fazer de seu negócio, uma "arapuca" . Gastam fortunas em marketing-mídia para vender e se detonam em uma sistema operacional e tributário, interno. Os valores do imóvel devem incorporar todas essas "mumunhas" e parcelas de quem participa nos negócios. Independende a quem devem pagar. Dividem e se enrolam na divisão dos valores. Se o imóvel é financiado custa tanto. Tantas parcelas, por tanto tempo, que engloba TUDO, a pagar. Parece que adoram ser processados, por "irregularidades" e "enrolar" os Clientes. Com os Investidores, certamente, não "brincam" em serviço. Pode apostar.....

    ResponderExcluir
  35. A vantagem de comprar um empreendimento na planta é para quem não conseguiu juntar 20 ou 30% do valor do imóvel para pagar a entrada á vista o que não compensa. Exemplo: se você juntar 2 mil por mês, em 30 meses terá juntado 60 mil, ou seja, 30% de um imóvel de 200 Mil. Porém, enquanto você juntou esses 60 mil, um imóvel novo que custava 200 mil, já não custara mais 200, principalmente se for imóvel novo, porque a valorização dos imóveis supera e muito o índice da inflação ou a correção do INCC. Exemplo: Segundo o Indicador ZAP imóveis nos últimos 30 meses 03/2012 á 09/2014 na Barra Funda e Tatuapé, teve variação de 97,2 e 56,8 % quem pesquisar em outros bairros da periferia pode encontrar variações bem maiores, o que justifica a vantagem de comprar na planta. (zap.com.br/imoveis/fipe-zap/) Acumulado INCC por ano (2012 - 7,2%) (2013 - 8,0%) (2014 - 6,8%) Total de 22% em 3 anos (portalbrasil.net/incc) #PESQUISE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fique olhando para o passado, o que interessa é o que está acontecendo agora e o que vai acontecer no futuro.

      Excluir
    2. 14:29,
      Sua pesquisa está correta, mas a análise está enviesada. A premissa de q imóvel sempre se valoriza é absolutamente falsa, e para verificar isto basta pesquisar no próprio Zap, comprando a evolução dos preços dos anúncios versus IPCA no período 2014-2016. Mesmo tendo partido de uma premissa falsa, teve mérito de concluir q, sim, comprar na planta FOI bom negócio em tempos passados. Na verdade, como vc mesmo apontou, fazer esse tipo de negócio é financeiramente (excluindo problemas como atrasos, falências, desemprego, etc) bom SE, E SOMENTE SE, os preços estejam subindo rápido, bem acima da inflação, o q está LONGE de ser o panorama atual.

      Excluir
  36. Hoje estão vendendo apto na planta como se fosse pronto. Como o comentário: " imóvel na planta era mais barato".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe mais nenhum trouxa

      Excluir
  37. Se o comprador não conseguir pagar no mínimo 60% do imóvel até as chaves estará perdendo muuuuito dinheiro ! Não vale a pena ! Para se ter uma ideia, se um imóvel se 400 mil vc conseguir pagar apenas 35% do mesmo até as chaves no final de tudo (valor total em 300 meses) esse imóvel não sairá por menos de 1 milhão e meio de reias. Pensem bem antes de entrar em uma dívida como esta.

    ResponderExcluir
  38. Já devia saber... Não é novidade para mim. Todo negócio tem sempre um(a) pilantra por trás disso.
    Nesse caso um Corvo 666

    ResponderExcluir
  39. O procon falou que a cobrança de comissão pelas corretora é ilegal. Quem deve pagar o corretor é a construtora e não o cliente. Entrei na justiça e espero meu dinheiro de volta.

    ResponderExcluir
  40. A coisa é isso aí mesmo ou até um pouco pior. Aqui em São Paulo, mais precisamente em São caetano do Sul (ABC), a Construtora JACUTINGA, considerada séria, teve a cara de pau de realizar a entrega da obra com mais de 500 itens inacabados na área comum. Fizeram uma verdadeira lambança na minha vaga de garagem, colocando uma grelha com degrau praticamente dentro da vaga inviabilizando o uso. Depois de tentar resolver o problema pelo SAC (e-mail), sem sucesso, fiz uma notificação extrajudicial, só assim consegui uma razoável melhora na garagem. Não conheço nenhuma construtora que seja decente e honesta, infelizmente. Hoje a última coisa que eu faria é comprar imóvel na planta. Só dá aborrecimento.

    ResponderExcluir
  41. Um amigo meu uma vez iniciou a compra de um imóvel na planta na região de Cajamar, por uma incorporadora famosa. Falei para ele tirar as dúvidas com advogados e especialistas antes de ele fechar negócio. Tarde demais. Ele assinou e começou a pagar justamente o exposto no primeiro exemplo: a parcela de chaves (ou parcela de entrada). Pagou 11 mil reais no total, e pensou que ia considerar no pagamento geral. Mero engano. Iam ainda cobrar parcelas remanecentes que até hoje não entendi direito como ficou este "rolo". Sugeri a ele a tentar tirar o dinheiro e sair fora da negociação. A incorporadora então falou que "ia pagar apenas 1/3 do valor pago sob questões contratuais". Sugeri entrar na justiça, ou caso ele estava com pressa de retirar o dinheiro (tinha coisas a pagar), entrar em um acordo. Ficou uma briga antes de fechar o acordo e tirar 7,5 mil. Ou seja, perdeu 4,5 mil nesta história toda.

    ResponderExcluir
  42. Quem compra 'imóvel na planta' costuma pagar (ou achar q vai) bem menos do que se comprasse à vista. Aí vem todos estes 'truques' (= golpes) das construtoras e imobiliárias.... Bem, um outro 'truque' bastante usado pelo mercado imobiliário é o seguinte: pesquisa de preços de imóveis (de seu m²) por região. As construtoras colocam o preço na nova moeda brasileira, vigente desde 2011, mas só percebida no ano passado de 2014: o SURREAL. Colocado o preço pra otá....digo, pra inglês ver, ele NUNCA MAIS baixa. Porque as 'pesquisas de mercado' não registram O PREÇO EFETIVAMENTE PAGO, mas sim O PREÇO ANUNCIADO. Então é este o preço de ref usado pra pedir o preço, em surreal, pro 'imóvel na planta'. Conforme a região, a diferença de preços entre o pago 'na planta', mas financiado, e o pago à vista, sem financiamento, é ridícula ! 'Facilita-se' o comércio, por um lado; por outro, dá-se margem pra golpes e contratos de gaveta. Brasil, país da impunidade !

    ResponderExcluir
  43. Legal é quando o camarada fecha o negocio por 300 mil, paga 50 mil diluido em 2 meses e quando vai financiar o restante......................ainda deve 350 mil. kkkkk. vi acontecer com um amigo meu. Latismavel.

    ResponderExcluir
  44. Só no Brasil existe uma malandragem dessas, vendas na planta. E o brasileiro continua sendo enganado como sempre. Vide o antigo caso Encol. Mais uma vez estamos vendo pessoas sendo feitas de otárias pelas construtoras. A diferença e que agora não é apenas uma construtora, são várias. Quem compra na planta está emprestando a juro zero para a construtura, valor da entrada, e ainda paga juro em cima de atraso da construtora.

    ResponderExcluir
  45. Já parabenizei o Blog O Observador pelo teor da matéria, de fundamental importância para o esclarecimento do leitor. Porém, esqueci-me de sugerir que utilizei seu canal para abordar outros assuntos tão importantes quanto este. As TELES, por exemplo. No caso da "compra na planta" ainda poderá ser taxado de incauto aquele que cair na arapuca. Mas, no caso das operadoras de telefonia, o que fazer? Dependemos do telefone, tanto quanto dependemos de oxigênio no sangue. Ou seja: TODOS CAIREMOS NA ARAPUCA, inexoravelmente. Se for fiel aos seus princípios, o UOL deverá elaborar matéria com urgência abordando o assunto.

    ResponderExcluir
  46. Está cada vez mais difícil viver neste país. País de corrupção, oportunismo no pior senso da palavra. Tem gente ficando rico devido a corrupção e devido ao oportunismo descabido. Exemplo bobinho: você vai na praia e água de côco a 8 reais. Você faz um serviço no carro, te cobram preços absurdos no serviço. Aí vão reajustar o salário do assalariado, reposição pela inflação maquiada de ou 8%. É preciso colocar a população da Suécia aqui e de repente daqui a uns 50 anos ocorra a melhora populacional em valores que preservem o coletivo, direitos e deveres de cada um e seu profundo respeito.

    ResponderExcluir
  47. Atenção para a atualização das Parcelas, principalmente as intermediárias, chaves e Saldo para Financiamento... todas estes valores também são corrigidos, então, fiquem de olho... mas em geral nao tem jeito, é impossivel retirar esa atualização dos contratos...

    ResponderExcluir
  48. onde comprei entregaram com 20 dias ANTES... depende da construtora
    isso é historia de quem nao tem condicao de compra, pronto falei

    ResponderExcluir
  49. Já fui vitima de uma cobrança ilegal de uma construtora depois de comprar um imóvel na planta, só que a justiça me forçou a fazer um acordo que feria meus interesses, o protesto da construtora foi de R$ 12.000,00, a justiça me obrigou a receber R$ 6 mil de indenização. Neste pais a justiça complica a vida dos injustiçados.

    ResponderExcluir
  50. eu sou corretor desse mercado fazem muitos anos e portanto atuo mais nele que o autor da matéria . o que foi dito aqui não é verdade , antes de vendee é feita uma analise de crwdito do comprado pois as incorporadoras atualmente financiam a construção da obra também e o agente financiado da construção investiga a saude da carteira de compradores desses empreendimentos , os fatos sitados quando ocorrem , na maioria das veze são de compradores com má fé que veem a oportunidade depois de assinar um contrato de achar formas sub reptícias de levar vantagem sobre os vendedores . as tais parcelas de chaves ocorrem próximas a entrega do imóvel e caso a renda do adquirente permita podem sim ser unificadas e quando esse é o caso tudo é descrito no quadro de resumo de fluxo de pagamento ainda na fase comercial do negócio .

    ResponderExcluir
  51. A EVEN que o diga: construtora LIXOO!!!!

    A verdade que todas não prestam.

    ResponderExcluir
  52. E pra dar cobertura à IMPUNIDADE descarada, os tribunais dizem q NÃO INCIDE o CDC sobre comércio imobiliário - pra aluguel ou compra-e-venda !!! Alguém aí consegue 'negociar' alguma cláusula contratual com construtora-incorporadora ?? Pois é: contrato de adesão....

    ResponderExcluir
  53. A Construtora COLMEIA que atua em Manaus, pratica a mudança do fator de correção de INCC para IGP + Tab. Price antes de entregar efetivamente a unidade adquirida. Outro absurdo também que estou enfrentando, é quanto a clausula de indenização por atraz no prazo de entrega da unidade comprada, ao incluir uma clausula, cujo cálculo é totalmente absurdo em termos de reparação pelo atrazo, o que deveria ser equivalente ao preço de aluguel d mercado da referida unidade ou de unid. similar. Ou seja, quando ocorre um atrao na entrega, calula-se um valor que não lhe permite pagar uma locação em outroempreendimento enquanto aguarda pela entrega que por motivos injustificáveis sofre atrazo além dos 06(seis) meses que lhe é garantido de cara ao iniciar uma obra com prazo previamente definido.

    ResponderExcluir
  54. Parabéns ao blog O Observador.

    Quanto ao conteúdo pode-se dizer que só "trouxa" entra na conversa fiada das construtoras. Imóvel na planta é falcatrua. Espero que o blog mais ainda sobre esse assunto da planta.

    ResponderExcluir
  55. Uma amiga está comprando um imóvel na planta, me empolguei e fui conhecer o decorado. Gostei, apesar de ter achado muito pequeno, aí fiz alguns questionamentos, o corretor pareceu ser honesto, mas como sou muito desconfiada fui pesquisar e acho que me omitiram muitas coisas. Não quero ser pega de surpresa com despesas não contabilizadas no futuro! Me deram uma folha com a simulação, daria uma pequena entrada, durante a obra pagaria juros da obra à caixa e o saldo devedor ficaria congelado. Seria legal essa taxa de obras sem abater do saldo devedor? Não estou nem um pouco segura em entrar em um negócio que para mim parece meio nebuloso, além disso, não acredito no "congelamento" do saldo devedor!

    ResponderExcluir
  56. Uma das principais sacanagens que as construtoras fazem é atrasar a obra e continuar cobrando atualização financeira do saldo devedor. Se não teve capacidade para entregar no prazo, que arque com as consequencias. Repassar para o cliente o custo da incompetência é muito fácil!

    ResponderExcluir
  57. Estão certas as incorporadoras, tem que enganar os compradores mesmo, dar o golpe na cara dura, ganhar dinheiro prometendo uma coisa e fazendo outra. O que é que tem demais fazer isso? Isso é corrupção pura e todos sabem que a corrupção é o maior valor moral das famílias brasileiras, que a praticam todos os dias há 515 anos. Não é so algum espertinho sozinho que engana os compradores não. É do zelador até o presidente da empresa que juntos dão o golpe. E porque os brasileiros ficam bravos com isso? Quanta hipocrisia. neste país, as operadoras de telefonia, as empresas de eletricidade, as financeiras, os bancos, as empresas em geral, os patrões enganam seus funcionários, os funcionários roubam seus patrões, os três poderes enganam o povo, todo mundo, ou seja, o cidadão brasileiro, engana e lesa como pode qualquer um, pois essa é a índole do povo brasileiro, então fiquem quietos, comprem o imóvel, tomem na cabeça e deem algum golpe também.

    ResponderExcluir
  58. No país do futebol, do carnaval e da futilidade, eu acho bom que o desinformado pague pela burrice e pela omissão do conhecimento. Bem feito.
    Dalhe Corco Dalhe Corvo

    ResponderExcluir
  59. Por causa da Injustiça que impera nesse país, pois a justiça é um LIXO, as construtoras "deitam e rolam", as mesmas sabem que a justiça é cega, surda e muda para os mais fracos. LIXO de Justiça brasileira.

    ResponderExcluir
  60. Comprar imóvel de construtora é a mais pura armadilha!! Sou administrador e confesso que até tive vontade algumas vezes nestes últimos cinco anos!! Quando lia os contratos era de chorar, e o corretor pondo fogo" a chance da sua vida"... sei a chance de se estrepar. Muito cuidado e calma nessa hora, você rala pra ganhar e depois entrega o seu dinheiro de bandeja. Fuuuuuja!!

    ResponderExcluir
  61. Se eu tivesse lido uma matéria como essa anos atrás não teria caído num golpe. Uma famosa construtora que patrocina times de futebol e programas de TV, atrasou 2 dois e meio a entrega e quando fez, ainda tive que conviver durante 2 meses com obras de reparo por causa dos graves erros de estrutura. A área de lazer do condomínio não foi entregue pelo fato da prefeitura não autorizar evidentemente a derrubada de várias árvores. A multa estabelecida em contrato nunca foi paga pela construtora. Entrei na justiça e na primeira instância, a construtora foi condenada, mas recorreu e já na segunda, inacreditavelmente o desembargador reformou toda a sentença. Procurando na internet, é incrível, mas todo e qualquer processo que cai na mão desse cara contra construtora ele reforma, sempre....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo...até a distribuição desses processos são direcionadas...vai 'venu'....

      Excluir
  62. A corretora Lopes me cobrou quase 7 mil reais de comissão sendo que eu fui até o local comprar o imóvel. Fui ao Procon e a cobrança é ilegal. entrei em contato com a construtora e tentaram fazer um acordo, estou aguardando. Outra coisa errada são o juros de obras, a construtora atrasa as obras e a gente tem que pagar os juros. Sei lá, to me sentindo ludibriado. Tô pagando de juros de obra quase o preço da prestação e esse valor não abate nas prestações.

    ResponderExcluir
  63. EU ENTREI NESSA E ME FERREI!!!!NUNCA MAIS!!!OUTRO TRUQUE,É ENTREGAR O APTO SEM PISO E OUTRAS COISINHAS MAIS....NO FIM DAS CONTAS O PREÇO FINAL DESSES APTOS ,NÃO CONDIZ COM A REALIDADE....SE VC FOR VENDER,TEM QUE DIMINUIR UNS 20% SE QUISER VENDE-LO,E MESMO ASSIM,NÃO CONSEGUE....EXPERIENCIA PRÓPRIA!!!!

    ResponderExcluir
  64. Os truques das Incorporadoras são mais velhos do que a Sé de Braga. Alguem conhece o truque do "extra muros". Foi inventado pela pela Construtora Zarzur. Não paguem. Rumo a Justiça!!! Consultem um advogado antes de assinar um contrato de aquisição de um imóvel, seus adendos, recibos, declarações, autorizações, partes integrantes do contrato, cartões, qualquer pedaço de papel que as construtoras ou incorporadoras coloquem na sua frente, quaisquer que sejam, inclusive higiênicos, e, apesar disto tudo, ainda terás problemas com a entrega, encanamentos, parte elétrica, local nas garagens, portas, espelhos, etc.etc

    ResponderExcluir
  65. Respondendo vc anônimo 07:32,vc nao gostou da verdade que falei no blog aqui ,vc nunca realizou sonho de ninguém, quem realizou o seu próprio sonho foi o dinheiro que a pessoa juntou com seu trabalho,olha seu comentário infeliz deixo para lá,pessoal do blog tá vendo ai como são esses corretores de imóveis??quando solta a verdade eles nao gostam,estou dizendo uma verdade CRISE ,DESEMPREGO, pense nas suas palavras antes de dizer, vc Nao sabe da minha vida e nao quero discutir ,tenho educação.

    ResponderExcluir
  66. BRASIL, PAÍS DA IMPUNIDADE. Aqui, o crime compensa... Os custos de construção são altos, altíssimos, mas não somente por causa de encargos sociais da mão-de-obra: há enorme INEFICIÊNCIA das construtoras. A maior parte das obras é artesanal: na CHINA já tem prédios de 40 andares sendo erguidos em 15 dias, com peças pré-moldadas. Aqui, leva-se anos. Primeiro, constróem: depois é q eles furam e quebram tudo de novo pra colocar a tubulação de água-esgotos e a fiação elétrica !!! Pra não dizer das portas e janelas, nenhuma padronizada e todas péssimas tb ! Tudo sem telhado, com paredes finas, pé direito baixo e sem CIRCULAÇÃO INTERNA de ar: resultado, casas e aptos viram FORNALHAS. HAJA $$$ pra pagar ar-condicionado e conta de luz !!! Mas o calor do sol sempre vence !! Fora os atrasos de entregas de materiais, q atrasam a obra e as mudanças dos clientes para casa própria. Com tanta ineficiência, eles decidem por ganhar nos GOLPES !! Cadê o MP ???

    ResponderExcluir
  67. Alguma coisa nesse país é séria? Quem tiver essa informação, por favor repasse!

    ResponderExcluir
  68. ESTOU COM PROBLEMAS SÉRIOS COM A INCORPORADORA INPAR VIVER COM SEDE EM SÃO PAULO E QUE ESTÁ LANLOU UM EMPREENDIMENTO EM PERNAMBUCO DESDE 2008 COM ENTREGA PREVISTA EM 2011 E ATÉ HOJE NÃO EXISTE PREVISÃO DE ENTREGA, A MESMA CONTRATOU A CONSTRUTORA L.PRIORI - Nós, adquirentes das mais de 700 unidades, após esperar por anos de atraso em meio a adiamentos e mais adiamentos, estamos visitando unidades sujas, e com absurdos como: Para-Corpo das varandas feitas com CANO DE PVC (no memorial descritivo diz que vai ser em alumínio); Balcões em Mármore, material que inclusive não é indicado para cozinha por não ser resistente a calor e ser pedra extremamente porosa (No memorial descritivo diz ser de granito). Várias cozinhas pedidas para ser tipo americana não foram feitas (a minha inclusive) e, para tornar ainda mais absurdo, muito de nós fomos chamados a visitar unidades sujas, sem pintura, sem os jogos de alizares nas portas, dentre outros problemas

    ResponderExcluir
  69. Muito boa reportagem que o blog Observador trouxe , se possível gente vamos tirar uma cópia , chega de sermos roubados , ludibriados , enganados . Vamos abrir os olhos pois nem sempre a justiça esta em nosso favor !

    ResponderExcluir
  70. Desde 2011 os imóveis em SP em construção deixaram de ser um bom negócio, o imóvel já "nasce" caro desde a planta, é muito melhor um imóvel semi novo, já pronto e decorado com valor um pouco mais baixo e você financia no banco até 80%

    ResponderExcluir
  71. So maluco compra imovel na planta hoje em dia , o coitado do mutuario financia a construção do empreendimento e no final atrasam 2 anos para entregar e tome INCC no saldo devedor rs , quando o cara vai fazer a vistoria das chaves quase chora ao ver o pessimo acabamento e a porcaria da mão de obra usada na obra , e para fechar com chave de ouro a construtora ainda queima os aptos encalhados mais baratos que quando lançou rs

    ResponderExcluir
  72. A recomendação é não comprar na planta. Pode comprar financiado mas compre um imóvel pronto. Antigamente era vantagem comprar na planta por causa da preço mais acessível uma vez que o comprador estava assumindo um risco. Hoje em dia a situação inverteu e os imóveis prontos estão sendo vendidos por preços menores dos que praticados no lançamento. Outro problema é que você fica "na mão" da construtora. Depois que você pagou 3 anos de prestação e intermediárias a construtora te entrega faltando coisas, com defeitos, com diversos problemas. Aí você tem que reclamar muito ou partir para o distrato. E a conversa dos vendedores de que tem que escolher construtora idônea, sólida, etc. não cola. O problema é com todas. Sem excessão. Compre um imóvel pronto. Aí você tem o poder na sua mão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Planta e nem financiamento tbm. Ou mora de aluguel e mantem o dinheiro investido ou pague a vista. Financiamento never.

      Excluir
  73. No caso do Imóvel Financiado pela Caixa que a Construtora recebe por medição da própria CEF, em parcelas valor fixo e irreajustável conforme contrato, acho que o autor está enganado. Todas as Construtoras corrigem durante a obra e cobram a diferença do comprador pois existe a variação do INCC que não está incluído

    ResponderExcluir
  74. Eu gostaria de fazer uma pergunta. Nesse caso do destrato que o consumidor recebe entre 85 e 95% de tudo pago. Existe a possibilidade da construtora, porque o cliente não assinou o aditivo, destratar esse contrato e ainda ficar com 15% de tudo que o cliente pagou?

    ResponderExcluir
  75. Mais de 100 comentários sobre assunto imóvel na planta e ainda dicas de como poupar dinheiro e comprar pronto, mesmo financiando o restante.
    Alguma dúvida? Vc vai comprar na planta? Mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta avisa amigo, existem alienados que mesmo quebrando a cara não aprende a lição.

      Excluir